Futebol

Alvarenga e Ranchinho


Nóis fomo jogá as bola
Lá no campo do bolonha
Escalaro eu de breque
Cente-fór o zé pamonha

Foi um jogo de arrelia
Que durou uma noite e dia
No finár do primeiro tempo
Mataro o zé cutia

Eu fiquei atrapaiado
Sem sabê o que fazia
Pois mataro meu gorquipa
Que era o tár de zé cutia

Jogador bão iguár aquele
Não achava na freguesia
Então eu tive uma ideia
De pôr no campo a minha famia

Na esquerda jogou meu irmão
Que não há miór de bão
Minha sogra jogou de meia
Aí a linha ficou bem cheia

Mas quando eu arreparei
Que fartava um jogador
Peguei a minha muiér
E tapiei ela no gor

Finquei o pé na bola
E começô a jogação
Fui dá um tranco num camarada
Machuquei o meu dedão

Um home arto pegô a bola
Um italiano dos bigodudo
Ele driblou minha muiér
E entrô no gor de bigode e tudo

Os nosso torcedor
Começaro a gritar
Hoje nóis vai apanhar
De um time profissionár

Quando acabou o jogo
Foi cacetada, grito e berro
Porque meu time apanhô
Pra cima de quarenta a zero

Compositor: Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho

Letra enviada por Pedro Paulo Mariano

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Alvarenga e Ranchinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS