Página inicial > Sertanejo > A > Althair & Alexandre > Se For Desse Jeito

Se For Desse Jeito

Althair & Alexandre

Recomeçar


Quem tá devendo não paga
Quem paga nem sempre deve
A água do poço fundo
Quem é do raso não bebe
Mulher bonita de longe
E a feia perto da gente
Cerveja quente não dá
Ser fazendeiro e ficar
Contando só boi doente

Se fô de... se fô de, se fô desse jeito
Guarde essa viola que eu não vou tocar
Se fô de... se fô de... se fô desse jeito
Pode guardar o touro que eu não vou montar
Se fô de, se fô de, se fô desse jeito
Tô guardando a minha vara e não vou mais pescar

Pra rico não tem cadeia
Pra pobre não tem defesa
Pra uns tem mesa em fartura
Outros não tem nem a mesa
Tem muito amigo cachorro
E pouco cachorro amigo
Levar picada de cobra
Morar na casa de sogra
É dormir com o inimigo

Na frente de uma bala perdida só inocente
No meio desse descaso
Quem pode cuidar da gente?
Quem pode mais chora menos

É a lei do mais esperto
É rato comendo o gato
A vaca já foi pro mato
E o brejo virou deserto

Compositor: rick/alexandre

Letra enviada por lincoln greik dos santos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Althair & Alexandre no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS