Mar do Tempo

Alternativa Progressiva


As coisas correm simples
Leve é o segundo como a pluma
Tudo é verdadeiro e mantido sem segredo
No mar onde o tempo calmamente flutua

Sem tempestades, nem correntes
As ondas são freqüentes em segundos
O raio do sol nascente
Vem calmo e belo refletir na bruma

O tempo é o senhor do espaço
Traz a tranqüilidade do futuro escondido
Vem sempre em conseqüência do passado
E restaura os atos que não foram cometidos

O tempo, pendão do universo
Tão calmo e apressado nas mentes febris
A profundidade desse mar imenso
O desconhecido da imensidão cotidiana que surgiu

Compositor: Renan Rodriguez

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Alternativa Progressiva no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS