Página inicial > Sertanejo > A > Almir Sater > Moda Apaixonada

Moda Apaixonada

Almir Sater

Warner 30 Anos: Almir Sater


Cavaleiro imaginário
Cruzo as quatro direções
Meu campeio é solitário
Vou domando as emoções
Que eu já plantei
Dentro do peito
Mas me sufocam
Quando eu me deito
E assim nem sei
Se vai ter jeito

Prisioneiro temporário
De castelos e dragões
Rasbiquei no meu diário
A mais triste das canções
Jurei amor perfeito
Mas nem sabia
Tirar proveito
E eu já cansei
De andar direito

Selei meu rusilho
Saí na batalha
Faísca e rastilho
O meu fogo se espalha
Sou rei de quadrilha
E viola não falha
Meu fumo é de rolo
Cigarro de palha
Com um rádio de pilha
Varei madrugada
Escutando as modas
Bem apaixonada

Prisioneiro temporário
De castelos e dragões
Rasbiquei no meu diário
A mais triste das canções
Jurei amor perfeito
Mas nem sabia
Tirar proveito
E eu já cansei
De andar direito

Se cuida meu filho
Meu velho falava
Se tem olho gordo
Ferrolho na casa
Por causa de um brilho
De um rabo de saia
Tem ás do gatilho
Dançando em tocaia

Compositor: Almir Sater, Guilherme Rondon e Paulo Simões

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Almir Sater no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS