Orbes

Allan K-Nôn

Afro-Indígena


Abri todos os portais do céu
Te transportei direto pro meu mais intimo ser
Colhi orvalhos do amanhecer
Tranquei as portas do inferno pra te merecer

Abri mão dos meus sonhos por você
Renunciei as minhas asas, lendas e crescer
E mergulhei nesse oceano azul
Me aprisionei nessa paixão sem receio

E nunca caminhei tão bem
Sobre os ventos da paixão
E mesmo que eu caísse em mim
Não posso negar minhas emoções

Te darei nuvens pra lhe adormecer
Te darei estrelas pra lhe iluminar
Te darei os ventos pra lhe acariciar
E as flores são só pra lhe perfumar

Nem os Deus desta terra me retiram deste orbe
Nem em alfa, beta ou zeta, poderemos nos amar
Duas almas separadas por um grande infinito
Por favor só lhe suplico devolva meu coração

Selou meus lábios com um lacre sagrado
Pra quer do amor eu não pudesse soprar pra ninguém
Mas de nada adiantou porque
Do amor ninguém pode privar ninguém

E nas magias procurei
Encantos pra me libertar
Voando pelos céus azuis
Te acharia só pra te olhar

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Allan K-Nôn no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS