Gonze

Alexandre Z


É tão fácil conhecer, mas difícil de dizer
Qualquer caso parecido nem dá para acreditar
Tem quem tente parecer, chegar perto é difícil
Mas não custa tentar

Aconselho quando vejo medo em olhos de quem vê
Quando passa arrepia até quem desvia olhar
Ela é um anjo um demônio o retrato do querer
Ela é seu maior problema e onde mais queria estar

Confio ao delírio que faz comigo
Não cabe no meu cantar
Abala os sentidos, senso crítico
Todo homem tenta não se afogar

Bem provável conhecer semelhança por ai
Ela sempre sai na mesma todo dia a tentar
Olhos gastos de não ver, só a ilusão do querer
É o que faz continuar

Os que cruzam quando usa abusa sempre do poder
Salto alto, roupa quente, sai para tentar se achar
Ou alguém que a complete, que aumente, que a veja
Mais do que só isso, alguém para se jogar

Confio ao delírio que faz comigo
Não cabe no meu cantar
Abala os sentidos, senso crítico
Todo homem tenta não se afogar

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Alexandre Z no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS