No Madura El Coco (tradução)

Alejandro Sanz

Sirope


Não Amadurece o Coco


Eu quero te dar razão

E te devo dar razão

Da fonte de que se bebe

É pela fonte que se morre


Sua terra está na sua pele

Por ela você suspira suas dores

E me olha nos olhos e me diz 'vem'

E me diz 'vem'


E ai além das bandeiras

Você já vive dentro do meu ser

E eu me cai bem e eu fico bem

Eu não quero ser mau pra você


Eu não tiro seu carité

Trago um suspiro pra você me convidar

Quero te dizer e não dizer

Me deixa dizer que eu sigo assim

Não quero te dar minha emoção

Nem te devo dar minha emoção


Desde fora

Se escuta o lamento da harpa llamera

O que me vocês está fazendo comigo, cafetera?

A ferida do seu coração não fecha

Olha eu não me calo se você não se calar


Chega! Não quero estar no meio

Mas já está tarde e no Caribe tem Medo

O carei vai sangrar, no Caribe tem medo e neve

Roubaram seu calor


Chega! Não quero estar no meio

Mas eu vi chorar, as palmeiras ele o gelo

O Maguei vai sangrar, no caribe tem medo e neve

E o coco não amadurece


Eu quero te dar meu calor

E te devo dar meu calor

E você me olha nos olhos

E me diz 'vem', e me diz 'vem'


Você é fonte, todos bebem

Eles tem sede que você se seque

[Não quero ferir e não quero ferir

Mas não quero ferir-te do meu ser


Porta velha

abra uma janelinha pra consciência

[Não quero te ferir, e não quero te ferir]

Porque ninguém se esconde de você


E é a terra

[Não quero te ferir, e não quero te ferir]

A ferida no sue coração não se fecha

[Olha eu não me calo, se você não se cala]

Ele está te esperando, eu sei


Chega! Não quero estar no meio

Mas já está tarde e no Caribe tem Medo

O carei vai sangrar, no Caribe tem medo e neve

Roubaram seu calor


Chega! Não quero estar no meio

Mas eu vi chorar, as palmeiras ele o gelo

O Maguei vai sangrar, no caribe tem medo e neve

E o coco não amadurece


Chega! Não quero estar no meio

Mas já está tarde e no Caribe tem Medo

O carei vai sangrar, no Caribe tem medo e neve

Roubaram seu calor


Chega! Não quero estar no meio

Mas eu vi chorar, as palmeiras ele o gelo

O Maguei vai sangrar, no caribe tem medo e neve

E o coco não amadurece


Chega! Não quero estar no meio

Mas já está tarde e no Caribe tem Medo

O carei vai sangrar, no Caribe tem medo e neve

Roubaram seu calor


Chega! Não quero estar no meio

Mas eu vi chorar, as palmeiras ele o gelo

O Maguei vai sangrar, no caribe tem medo e neve

E o coco não amadurece


O carei vai sangrar

no Caribe tem medo e neve

Vem, me dá seu coração

Terra bonita


E me cante este versinho

Até que o coco amadureça

Que o mundo precisa disso

E por você eu fico louco

No Madura El Coco


Yo te quiero dar la razón

Y te debo dar la razón

De la fuente que se bebe

Es por la fuente que se muere


Que tu tierra esta en tu piel

Por ella suspiras lo que te duele

Y me miras a los ojos y me dicen ven

Y me dicen ven


Y va mas halla, de las banderas tu

Ya vives dentro de mi ser

Y me queda bien y me quede bien

Ya no quiero de ti nada malo ser


Yo no te extraigo tu caritie

Tengo un suspiro para que me invites

Quiero decir o no decir

Déjame decirle que yo voy así

No te quiero dar mi emoción

Ni te debo dar mi emoción


Ya estás fuera

Se escucha la mente del arpa llanera

Lito, que me estáis haciendo cafetera

La herida en tu corazón, no se cierra

Mira no me calles, si no callas tu


Basta ya, no quiero estar en medio

Pero es tarde ya, en el caribe hay miedo

Va sangrar el carei, en el caribe hay miedo y nieve

Te han robado tu calor


Basta ya, no quiero estar en medio

Pero vi llorar, a las palmeras entre el hielo

Va sangrar el maguey, en el caribe hay miedo y nieve

Y no madura el coco


Yo te quiero dar mi calor

Y te debo dar mi calor

Y me miras a los ojos

Y me dices ven y me dices ven


Tu eres fuente todos beben

Tienen sed de que te seques

No quiero herir y no quiero herir

Pero no quiero herirte ya de mi no ser


Puerta vieja

Abre una ventanita a la conciencia

No quiero herirte, yo no quiero herirte

Que no que nadie te asecha


Y es la tierra

No quiero herirte, yo no quiero herirte

La herida en tu corazón no se cierra

Mira no me calles, si no calla tu

Te esta esperando yo lo se


Basta ya, no quiero estar en medio

Pero es tarde ya, en el caribe hay miedo

Va sangrar el carei, en el caribe hay miedo y nieve

Te han robado tu calor


Basta ya, no quiero estar en medio

Pero vi llorar, a las palmeras entre el hielo

Va sangrar el maguey, en el caribe hay miedo y nieve

Y no madura el coco


Basta ya, no quiero estar en medio

Pero es tarde ya, en el caribe hay miedo

Va sangrar el carei, en el caribe hay miedo y nieve

Te han robado tu calor


Basta ya, no quiero estar en medio

Pero vi llorar, a las palmeras entre el hielo

Va sangrar el maguey, en el caribe hay miedo y nieve

Y no madura el coco


Basta ya, no quiero estar en medio

Pero estarde ya, en el caribe hay miedo

Va sangrar el carei, en el caribe hay miedo y nieve

Te han robado tu calor


Basta ya, no quiero estar en medio

Pero vi llorar, a las palmeras entre el hielo

Va sangrar el maguey, en el caribe hay miedo y nieve

Y no madura el coco


Va a sangrar el carei

En el caribe hay miedo y nieve

Ven dame tu corazón para mi

Tierra bonita


Y cántame este joropo

Hasta que madure el coco

Que el mundo lo necesita

Y por ti me vuelvo loco

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS