Amiga Mía (tradução)

Alejandro Sanz

MTV Unplugged


Minha Amiga


Minha amiga, eu sei, você só vive por ele

Que eu sei também, mas ele não te vê

Como eu, suplicando a minha boca que diga

Que diga que me confessou entre cálices

Que é com sua pele com quem sonha de noite

E que enlouquece com cada botão que

Desabrocha pensando em suas mãos

Ele não te viu tremer, esperando

Uma palavra, algum gesto, um abraço

Ele não te vê como eu suspirando

Com os olhos abertos de dois em dois

Me escutar, te chamando

Ah minha amiga! Eu sei, e ele também


Minha amiga, não sei o que dizer

Nem o que fazer para te ver feliz

Quem dera poder mandar na alma ou na liberdade

Que é o que a ele faz falta

Te encher os bolsos de guerras ganhas

De sonhos e ilusões renovadas

Eu quero te dar uma poesia

Você pensa que estou dando as notícias


Minha amiga, tomara que algum dia escutando minha canção

Logo, você entenda que eu nunca quis contar sua história

Porque poderia acabar comovente

Mas, me perdoa, minha amiga

Não é inteligência, nem sabedoria

Esta é minha maneira de dizer as coisas

Não é que seja meu trabalho, é que é meu idioma


Minha amiga, princesa de um conto infinito

Minha amiga, somente pretendo que conte comigo

Minha amiga, veremos se um dia desses

Finalmente aprendo a falar

Sem ter que dar tantos rodeios

Porque toda essa história me importa

Porque você é minha amiga


Minha amiga, eu sei, você só vive por ele

Que eu sei também, mas ele não te vê

Como eu, suplicando a minha boca

Que diga que me confessou entre cálices

Que é com sua pele com quem sonha de noite


Minha amiga, não sei o que dizer

Nem o que fazer para te ver feliz

Quem dera poder mandar na alma ou na liberdade

Que é o que a ele faz falta

Te encher os bolsos de guerras ganhas

De sonhos e ilusões renovadas

Eu quero te dar uma poesia

Você pensa que estou dando as notícias


Minha amiga, princesa de um conto infinito

Minha amiga, somente pretendo que conte comigo

Minha amiga, veremos se um dia desses

Finalmente aprendo a falar

Sem ter que dar tantos rodeios

Porque toda essa história me importa

Porque você é minha amiga

Minha amiga

Amiga Mía


Amiga mía, lo sé, sólo vives por él,

Que lo sabe también, pero él no te ve

Como yo, suplicarle a mi boca que diga

Que me ha confesado entre copas

Que es con tu piel con quien sueña de noche

Y que enloqueces con cada botón que

Te desabrochas pensando en sus manos.

Él no te ha visto temblar, esperando

Una palabra, algún gesto un abrazo.

Él no te ve como yo suspirando,

Con los ojitos abiertos de par en par,

Escucharme nombrarle.

!Ay, amiga mía! Lo sé y él también.


Amiga mía, no sé qué decir,

Ni qué hacer para verte feliz.

Ójala pudiera mandar en el alma o en la libertad,

Que es lo que a él le hace falta,

Llenarte los bolsillos de guerras ganadas,

De sueños e ilusiones renovadas.

Yo quiero regalarte una poesía;

Tú piensas que estoy dando las noticias.


Amiga mía, ójala algún día escuchando mi canción,

De pronto, entiendas que lo que nunca quise fue contar tu historia

Porque pudiera resultar conmovedora.

Pero, perdona, amiga mía,

No es inteligencia ni sabiduría;

Esta es mi manera de decir las cosas.

No es que sea mi trabajo, es que es mi idioma.


Amiga mía, princesa de un cuento infinito.

Amiga mía, tan sólo pretendo que cuentes conmigo.

Amiga mía, a ver si uno de estos días,

Por fin aprendo a hablar

Sin tener que dar tantos rodeos,

Que toda esta historia me importa

Porque eres mi amiga.


Amiga mía, lo sé, sólo vives por él,

Que lo sabe también, pero él no te ve

Como yo, suplicarte a mi boca que diga

Que me ha confesado entre copas

Que es con tu piel con quien sueña de noche ...


Amiga mía, no sé qué decir,

Ni qué hacer para verte feliz.

Ójala pudiera mandar en el alma o en la libertad,

Que es lo que a él le hace falta,

Llenarte los bolsillos de guerras ganadas,

De sueños e ilusiones renovadas.

Yo quiero regalarte una poesía;

Tú piensas que estoy dando las noticias.


Amiga mía, princesa de un cuento infinito.

Amiga mía, tan sólo prentendo que cuentes conmigo.

Amiga mía, a ver si uno de estos días,

Por fin aprendo a hablar

Sin tener que dar tantos rodeos,

Que toda esta historia me importa

Porque eres mi amiga.

Amiga mía ....

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS