M.F

Aldina Duarte


Na memória uma voz triste
Não pára de me dizer
Tudo aquilo que hoje existe
Um dia há-de morrer

Eternamente a tristeza
Prevalece desmedida
Qualquer coisa de beleza
Tem de haver p'ra além da vida

Davagar o esquecimento
Persuade o coração
Na corrida contra o tempo
Volta sempre a solidão

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Aldina Duarte no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS