Página inicial > Fado > A > Aldina Duarte > De Costas Voltadas

De Costas Voltadas

Aldina Duarte


Nunca fui o que quiseste,
Fui sempre o que não gostavas,
Deitei fora o que me deste,
Pedi-te o que não me davas

Fui abraço de serpente
E beijo amargo limão
Fui um corpo sem ser gente,
Mão que é prego noutra mão

Fui de promessa fingida
E rosto que não se encara -
Dor que não chega a ser ferida
E até por isso não sara

Fui noites sem madrugadas,
Desejo sem aflição
Estamos de costas voltadas
Por mais que digas que não.

Compositor: Maria do Rosário Pedreira e Alfredo Marceneiro (Fado Pagem)

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Aldina Duarte no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS