Página inicial > Fado > A > Aldina Duarte > Apenas o Vento

Apenas o Vento

Aldina Duarte


Deu-me Deus tudo o que quis
Já nem sei de quanto fiz
Se foi Deus ou se fui eu
Deu-me alegrias e pranto
Mas esta voz com que canto
Foi o vento que me deu

Deu-me tudo, deu-me tanto
Mas esta voz com que canto
Foi o vento que me deu

Foi o rio e suas águas
Que me ensinou estas mágoas
A saudade, foi o mar
Mas meu canto, meu sustento
Foi o vento, foi com o vento
Que eu aprendi a cantar

Mas meu canto, meu sustento
Foi o vento, foi o vento
Que me ensinou a cantar

O vento passa por mim
Por isso é que eu canto assim
Mas, meu Deus, faça o que eu faça
Quer seja brisa ou levante
Que eu saiba, sempre que cante
Ser voz do vento que passa

Hei-de ser brisa e levante
Hei-de ser, sempre que cante,
Apenas o vento que passa.

Compositor: Manuela de Freitas e Franklim Godinho (Fado Franklim (Sextilhas))

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Aldina Duarte no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS