Página inicial > Fado > A > Aldina Duarte > A Saudade: Sem Chão

A Saudade: Sem Chão

Aldina Duarte


No cais aguardam os barcos
Viagens que o mar lhes deve
Meus dias no mar são parcos
Pois não tenho quem me leve

Por muito que a tempestade
Tingisse as velas de perigo
Em terra só há saudade
Do tempo em que ia contigo

Gemem os remos no lodo
Chorosos de não partir
Meus dias sem mar são todos
Pois não tenho com quem ir

Por muito que a maré alta
Deitasse os cascos ao fundo
Em terra só sinto a falta
De ir contigo ao fim do mundo

Compositor: Maria do Rosário Pedreira

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Aldina Duarte no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS