Página inicial > Fado > A > Aldina Duarte > À Porta da Vida

À Porta da Vida

Aldina Duarte


Bati á porta da vida
Rasguei os ossos da mão
Fugi de cães a ladrar;
Fui muitas vezes vencida
Deixei um rasto no chão
Mas não deixei de cantar

Bati á porta da vida
Sequei a cara nas mangas
Virei os olhos ao céu
Dei-me ao fado assim vestida
De amor, ciúmes e zangas
Porque este fado sou eu

Nenhuma faca me corta
Perdi o medo do mar
Levei o mar de vencida
Encontrei a minha porta
Nunca deixei de cantar
E moro á porta da vida

Compositor: João Monge/fado Primavera

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Aldina Duarte no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS