Página inicial > Fado > A > Aldina Duarte > À Espera de Redenção

À Espera de Redenção

Aldina Duarte


Fiz minha casa ao relento
De cinzas, a minha cama
Sem abrigo, como o vento
Sem destino, como a chama

Fiz as pazes com a guerra
Fiz punhais de grandes mágoas
Sem remorsos, como a terra
Sem limite, como as águas

Dei fim a tudo o que quero
Para voltar ao início
Fiz da crença, desespero
Do caminho, precipício

Fiz do gesto, a desmedida
Da perdição, o meu norte
Sem sentido, como a vida
Sem regresso, como a morte

Fiz da terra o meu tormento
Do fogo, devastação
Como as águas, como o vento
Sem rumo nem direcção

Fiz do vazio pensamento
À espera de redenção.

Compositor: Manuela de Freitas e Pedro Rodrigues (Fado Pedro Rodrigues)

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Aldina Duarte no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS