Página inicial > MPB > A > Alceu Valença > Depois do Amor

Depois do Amor

Alceu Valença

Na Embolada do Tempo


Uma moça que se perdeu no mato
Sente o cheiro de um caçador no ar
Tão bonita, linda e nua no riacho
Um rapaz que não quer se mostrar

Um cavalo nervoso, insatisfeito,
Uma égua selvagem, um animal
Um mergulho de um corpo perfeito
Um aquário, um leito nupcial

E depois do amor nada restou
Não sobrou sequer uma palavra
Nada, nada, nada, nada, nada, nada.

Letra enviada por Thamiris Lima

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Alceu Valença no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS