Boitatá

Alceu Valença


No breu da noite
Eu vi o boitatá
Que só tinha um olho
E outro pegando fogo
E o olhar daquele estouro
Era um farol pra clarear

No breu da noite
Eu vi o boitatá
Que protege fauna e flora
Seu olhar é uma bola
Menino, velha e senhora
cuidado com o Boitatá

O boitatá tem dias que esquece
Fica louco lá do oeste
E começa a incendiar
Os campos verdes
Que ele mesmo protege
Não deixe que ele lhe pegue
Fique parado, onde está



|
|
|

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Alceu Valença no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS