Ciel Errant (tradução)

Alcest

Souvenirs D'Un Autre Monde


Ciel Errant


Céu Errante


Abrem-se os olhos na manhã

Mesmo assim a dor me consome

Mas às vezes eu não sinto nada

Ou apenas um sentimento vivo de não ser daqui


Então eu amo contemplar o céu

Ter a impressão de me elevar

Junto às neblinas que passam e depois se apagam

Dentro do azul de um mar sem fim.

Ciel Errant


En ouvrant les yeux le matin

Aussitôt la peine m'emplit

Mais parfois je ne ressens rien

Ou juste le vif sentiement

De ne pas être d'ici...

J'aime alors contempler le ciel

Avoir l'impression de m'envoler

vers les nuages qui passent puis s'effacent

Dans le bleu d'une mer sans fin



Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS