• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    Encontrou algum erro na letra ou tradução? Colabore com a gente clicando nas frases abaixo ou enviando uma correção completa »
    Knees Of My Bees
    We share a culture, same vernacular
    Love of physical humor and time spent alone
    You with your penchant for spontaneous advents
    For sticky unrests be unearthed and then gone

    You are a gift renaissance with a wink
    With tendencies for conversations that raise bars
    You are a sage who is fueled by compassion comes to
    Nooks and crannies as balm for all scars

    You make the knees of my bees weak
    Tremble and buckle
    You make the knees of my bees weak

    You are a spirit that knows of no limit
    Who knows of no ceiling, who balks at dead ends
    You are a wordsmith who cares for his brothers
    Not seduced by illusion of fair weather friends

    You make the knees of my bees weak
    Tremble and buckle
    You make the knees of my bees weak

    You are a vision who lives by the signals
    Of stomach and intuition as your guide
    You are sliver of God on a platter
    Who walks what he talks and who cops when he's lied

    You make the knees of my bees weak
    Tremble and buckle
    You make the knees of my bees weak
    Pernas Bambas
    Nós compartilhamos uma cultura, falamos a mesma língua
    Amantes de humor físico e de passar um tempo sozinhos
    Você com a sua propensão para atos espontâneos
    Para ser irritante, inquietamente no mundo da lua e por aí vai

    Você é um presente de renascência com uma piscadela
    Com tendências para conversas enriquecedoras
    Você é um sábio alimentado por compaixão
    Vive em esconderijos como um bálsamo para todas as cicatrizes

    Você me deixa de pernas bambas
    Trêmulas e cambaleantes
    Você me deixa de pernas bambas

    Você é um espírito que não conhece limites
    Que não conhece fronteiras e que não liga para prazos
    Você é um mago das palavras que se importa com seus irmãos
    Não se deixa seduzir por ilusões ou amigos só para as
    horas boas

    Você me deixa de pernas bambas
    Trêmulas e cambaleantes
    Você me deixa de pernas bambas

    Você é uma visão que vive por sinais do seu estômago
    E a intuição é como seu guia
    Você é uma lasca de um Deus numa bandeja
    Que faz o que Ele manda e policia quando Ele se deita

    Você me deixa de pernas bambas
    Trêmulas e cambaleantes
    Você me deixa de pernas bambas




    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Alanis Morissette
    Escute Também

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.