Doente

Agostinho dos Santos


Estive doente
Doente de tudo
Dos olhos da boca
Dos nervos até
Dos olhos que viram
Mulheres perfeitas
Da boca que diz
Poemas em brasa
Dos nervos manchados
De fumo e café

Estive doente
Doente de tudo
Estou em repouso
Não posso escrever
Eu quero um punhado
De estrelas maduras
Eu quero a doçura
Do verbo viver

por nelson de campos

Compositor: Carlos Coqueijo

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Agostinho dos Santos no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS