Agnaldo Rayol
Página inicial > A > Agnaldo Rayol > Coimbra / Só Nos Dois / Nem As Paredes Confesso

Coimbra / Só Nos Dois / Nem As Paredes Confesso

Agnaldo Rayol

Festa Baile com Agnaldo Rayol


Coimbra do choupal
Ainda és capital
Do amor em Portugal, ainda
Coimbra onde uma vez
Com lágrimas se fez
A história dessa Inês tão linda
Coimbra das canções
Coimbra que nos põe
Os nossos corações à luz
Coimbra dos doutores
Pra nós os seus cantores
A fonte dos amores és tu
Coimbra é uma lição
De sonho e tradição
O lente é uma canção
E a lua a faculdade
O livro é uma mulher
Só passa quem souber
E aprende-se a dizer saudade

Só nós dois é que sabemos
O quanto nos queremos bem
Só nós dois é que sabemos
Só nós dois e mais ninguém
Só nós dói avaliamos
Este amor forte e profundo
Quando o amor acontece
Não pede licença ao mundo
Anda, abraça-me, beija-me
Encosta teu peito ao meu
Esquece o que vai na rua
Vem ser minha e serei teu
Que falem não nos interessa
O mundo não nos importa
O nosso mundo começa
Cá dentro da nossa porta

De quem eu gosto
Nem às paredes confesso
E até aposto
Que não gosto de ninguém
Podes morrer, podes chorar
Podes sorrir também
De quem eu gosto
Nem às paredes confesso

Composição: José Maria Galhardo/Raul Ferrão/Joaquim Pimentel/Artur Ribeiro/Ferrer Trindade/Maximiano de Souza

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Agnaldo Rayol no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS