Página inicial > Samba > A > Agepê > De Corpo e Alma (A Palhoça)

De Corpo e Alma (A Palhoça)

Agepê

Moro Onde Não Mora Ninguém


Agora eu vou
De corpo e alma partir para a luta
Já que essa vida é uma disputa
O meu querer terá que ser poder

Me decidi
Vou aceitar esta dor aparada
Comigo agora vai ser tudo ou nada
Se o bicho é feio eu quero ver pra crer

[Eu vou lutar]
Quero de volta aquele meu sorriso
Pois é da paz que eu mais preciso
Para ter de volta o meu bem querer

[Se não vencer]
Volto depressa pra minha palhoça
Que a vida é muito boa mesmo lá na roça
Com amor é muito fácil de se entender

[Se não vencer]
Volto depressa pra minha palhoça
Que a vida é muito boa mesmo lá na roça
Com amor é muito fácil de se entender

Compositor: Vilela / Emegê

Letra enviada por Scoralick

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Agepê no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS