O Sonho

Advertência Moral


Pra quem criou castelo o reinado vem de graça
Pra quem subiu no pódio
Olha os corre honra as prata
Nois tá é no poder nego pra ser é forte
Só de importado maquinado e de veloster

Ele nasceu pobre hoje é o rei da quebrada
Sangue no olho programado pra ganhar
Sonata turbinado chei dos cordão de prata
A dona pira ficam louca pra ostentar

O sonho do moleque era ser jogador
Mas o destino quis que ele fosse o que eu sou
Poucos acreditaram no moleque sonhador
Tá de sonata rebaixado o mundo virou
Êpa pera lá
A no campinho de terra e com os pés no chão
Fiz minhas letras sentimentos virarem cifrão
O sonho do moleque era ter combo e fama
Na sexta feira fazer um frevo
E pegar várias donas
Ficar virado e chapado todo mundo sonha
Fazer daquela social uma verdadeira zona
Ir pra fernando de noronha com as donas virado
Carro lotado de fragrante bola um baseado

Ele nasceu pobre hoje é o rei da quebrada
Sangue no olho programado pra ganhar
Sonata turbinado chei dos cordão de prata
A dona pira ficam louca pra ostentar

Pra quem criou castelo o reinado vem de graça
Pra quem subiu no pódio
Olha os corre honra as prata
Nois tá é no poder nego pra ser é forte
Só de importado maquinado e de veloster

Que culpa que eu tenho
Se eu nasci sujeito homem
Um brinde pros comparça o iate tem meu nome
Lotado de novinha entorpecente aqui é mato
Enquanto me critica curto no pontão do lago
E vem falar pra mim que pobre que curti o rap
Nois tá é de azera zoin
Vermelho fumando um back
Comandando as quebradas que o cê nem conhece
De parafal quadrada na mão uma enfratech
Cuidado com o que fala
Que aqui é nois que manda
É só ostentação comigo as mina banda
Nois tá é de rolex no pulso
Do tipo que o cê quer
Eu sei que eu sou louco neguim
Pra quem nunca botou fé
O sonho de um moleque de ser jogador
Se acabou com a vida quando sua mãe se matou
A esperança que tem ficou
So no ato do amem agora sim
Só ostenta o que tem

Ele nasceu pobre hoje é o rei da quebrada
Sangue no olho programado pra ganhar
Sonata turbinado chei dos cordão de prata
A dona pira ficam louca pra ostentar

Ele nasceu pobre hoje é o rei da quebrada
Sangue no olho programado pra ganhar
Sonata turbinado chei dos cordão de prata
A dona pira ficam louca pra ostentar

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Advertência Moral no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS