Bazares

Adoniran Barbosa


Comprei um quimono
No japão (galvão bueno)
Fui depois ver israel
Zé paulino no sereno.

25 de março
Mão-de-obra da turquia
Levanta-se muito cedo
Quando ainda não é de dia

(refrão)
Mais um aqui pro fregueis,
Divinha que tem na mão
Aqui caro sai barato,
E tem até prestação.

Na penha, na oriente
Na lapa ou aclimação,
Existem muitos bazares
Que são uma tentação.

No cambuci, no ipiranga,
Ou na vila mariana,
Todos tem conta corrente,
Durante toda semana.

Compositor: ADONIRAN BARBOSA / EVANDRO DO BANDOLIM

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Adoniran Barbosa no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS