Lamento Sertanejo

Adão da Viola e João Miranda


Eu nasci no seio da roça
Bem no ventre do sertão
E me criei no roçado
Cuidando da plantação

Semeando a semente
Do centeio do pão
Num humilde lugarejo
Era um feliz sertanejo
Sempre lavrando o chão

Na roça eu era feliz
Pra vocês vou descrever
À noitinha na palhoça
Eu via a lua nascer

Com seu manto estrelado
Que jamais vou esquecer
Quando o dia clareava
No ribeirão eu pescava
Traíra para comer

Mas um dia o destino
A minha vida mudou
Transformando em desatino
E meu sonho acabou

Mudamos para a cidade
E tudo desmoronou
Deixei de sentir a relva
Para vim viver na selva
De cimento me restou

Eu moro em um barraco
No meio de tanta gente
Aqui é olho por olho
E também dente por dente

Eu não tenho formação
De estudo sou carente
Para tratar da família
Trabalho no dia a dia
Nas construções de servente

Vivo muito arrependido
De deixar minha raiz
Choro muito toda hora
Pela besteira que fiz

Sei que é minha missão
Assim o destino quis
E vivendo na cidade
Vou morrendo de saudade
E nunca mais fui feliz

Compositor: José Cianfa, João Miranda

Letra enviada por Pedro Paulo Mariano

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Adão da Viola e João Miranda no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS