Página inicial > A > Ad Hoc > Inocentes Canibais

Inocentes Canibais

Ad Hoc


Tenho certeza de tudo o que faço, na medida em que passo a saber de tudo.
Vejo saindo de todos os lados, pequenas doses intoleráveis de hiprocrisia que se misturam a “falsa modéstia”

A justiça é cega, surda e muda e “toda mudez será castigada”.
A realidade vem disfarçada, em percentuais que escondem o motivo da minha indignação (da minha indignação)

Não sou eu que sou diferente, eles são todos iguais!
Tentam parecer inocentes, mas não passam de canibais!

(2x)
Nada é tão forte quanto o amor e a morte, e não há quem suporte a decepção.
Vivo fingindo ter tranqüilidade, pra não ter que me esbarrar em coisas que me joguem ao chão (que me joguem ao chão)

Minha saída é estar preparado nesse fogo cruzado em pleno meu quintal.
Não estou destruído, mesmo se derrotado, por todas as pessoas que me dizem que eu estou errado apenas por tentar se legal (apenas por tentar ser legal)

Não sou eu que sou diferente...

Compositor: Maurício Lee

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ad Hoc no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS