Rock Rural

Acidente

Ninguém Pediu


Vacas
Mugem na estrada
Eu Dei uma cagada

Vou dizer que foi as vacas
Vou dizer que não fui eu
Vou dizer que essa cagada
É espacial
E do céu desceu

Desceu lá de Brasília
Do presidente-general
O meu Brasil, que maravilha
Minha terra tem quadrilha
E também tem rock rural

Rock rural
Rock rural
Rock rural
Rock rural

Pois se eu não posso falar nada
Nesse cruel 72
Cocô na estrada vira assunto
E vamo todo mundo junto
E o resto fica pra depois

Quero
Gritar "abaixo a ditadura"
Mas não
Vou dar esse mole pra censura

Vou dizer que foi as vacas
Vou dizer que não fui eu
Vou dizer que esse meu grito
Foi o berro de um cabrito
Que coitado, já morreu

Morreu lá no Planalto
Torturado num quartel
A sua carne foi comida
Sua alma redimida
E hoje bale lá no céu

Bale rock rural
Rock rural
Rock rural
Rock rural

Pois se eu não posso fazer nada
Nesse cruel 73
Eu mando um texto obscuro
Saio ileso pro futuro
E deixo a forra pra vocês

Rock rural
Rock rural
Rock rural
Rock rural

Compositor: Paulo Malária

Letra enviada por Helio Jenné

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Acidente no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS