Poltrona 17

Acidente


Não queria mais nada dessa vida
Só ser a poltrona 17
Do frescão que vai para o leblon

E ficar de vez em quando
Junto daquela menina
Com a transação em cima
Isso seria muito bom

Mas a carne é fraca
O ferro é duro
A vida é cruel
Eu vivo nesse inferno
E a 17 está no céu

Vai sorrindo
De prazer até o leblon

Todo dia eu que moro pro outro lado
E estudo pro outro lado
Que aliás não fica perto do leblon

Eu que pago pra pegar um resfriado
Enfrento um ar condicionado
Só na cola da gatinha do frescão

Mas do lado dela senta
Um playboy de walkman
Uma velha perturbada
Eu só sei que sempre tem alguém

A carne é fraca
O ferro é duro
A vida é cruel
Eu vivo nesse inferno
E a 17 está no céu

Vai sorrindo
De prazer até o leblon
Vai sorrindo
De prazer até o leblon

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Acidente no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS