Página inicial > Punk Rock > A > A Corte Animal > Fantasmas Que Quebram a Cara

Fantasmas Que Quebram a Cara

A Corte Animal


Nobre tristeza que dá cara a tapa
E as outras mil faces
Que podia
Agora você entende meu coração navaia
Passando por tudo
Se passando de poesia

Eu sei eu tenho muita pressa
Mas não sei enrolar
Uma boa prece
Quem de fato está no agora?
Somos a conseqüência do passado
E a insistência do futuro

Eu quero um dia
Em que não precise mais
Esperar pelo outro
Como fantasmas que quebram a cara
Um vazio reconhece o outro
O outro
Reconhece o outro baby

Como fantasmas
Que quebram a cara
Como fantasmas
Que quebram a cara
Como fantasmas
Que quebram a cara
Como fantasmas

Compositor: James Guará; Gabriel Zarro; Arthur Bueno; Daniel Elias;

Letra enviada por James Fabrício Daniel

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a A Corte Animal no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS