Página inicial > Punk Rock > A > A Corte Animal > À Flor da Pele Moderna

À Flor da Pele Moderna

A Corte Animal


Ó pequena minha pequena cidade grande
Se aproxime mais e me conte tudo
O que te traz por essas bandas em meu ventre
Veio olhar para si ou então estar presente?
Nas muretas caminhas que se tornam cidadelas
Mas que ainda assediadas por uma fenda na janela

Todo corpo é caverna
É um abrigo, um abrigo
Um abrigo silvestre
Estamos à flor, à flor da pele
À flor da pele moderna
À flor

Beijos murchos e turvos colocam as ruas pra dormir
Agora podemos sonhar lá de cima e cair
No alto do caule da euforia
Está a mais viva das melancolias
Ó pequena minha pequena cidade grande
Ó pequena

Toda dor é patrimônio
É passado, um passado
É pele-rupestre
Estamos à flor, à flor da pele
À flor da pele moderna
À flor

À flor da pele moderna
À flor da pele moderna
À flor da pele moderna
À flor da pele moderna

Compositor: James Guará; Gabriel Zarro; Arthur Bueno; Daniel Elias;

Letra enviada por James Fabrício Daniel

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a A Corte Animal no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS