• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Sem documento e lenço eu faço
    A vontade pra tu conversar pelada
    Ei baby, nosso amor não tem vaidade
    Não tem maturidade, um brinde a nossa pouca idade
    Um dia é quase a vida
    Meu Deus quanta novidade

    A nossa nova moda é ter tempo e não ter hora
    E aí que mora o medo
    De o tarde demais chegar muito cedo
    Tipo agora

    O fogo em breve toma o circo todo
    Já queimou os toldos
    Queimou minha poesias para ti
    Mas eu tinha de cabeça
    Falo todas elas antes que eu te perca
    Pra no fim não me queimar
    Mente pede que eu te esqueça

    Deixa que eu te moldo inteira
    E falo as besteiras que cê quer ouvir
    (que cê quer ouvir)
    Festa, droga e brincadeira
    Nos perdemos na poeira do que esta por vir

    Deixa que eu te moldo inteira
    E falo as besteiras que cê quer ouvir
    Festa, droga e brincadeira
    Nos perdemos na poeira do que esta por vir

    Me perco no seu corpo, nega eu fico louco
    Do jeito que cê faz
    Tu senta assim de traz
    É mil motivos pra sonhar
    Muito droga e só nós dois
    Um lazer a beira mar
    Me pede o que quiser
    Que eu sei que cê me quer só pelo jeito de olhar
    É pouca fala e muita ação
    Sem treta, só tesão
    Segue seu coração
    Sou muito mais um filme bom
    Pipoca e um edredom
    E adonairando um som
    Confesso que nos perdemos demais
    Confesso que nos perdemos demais
    Confesso que até entendo seus pais
    Não confiar na nossa história
    Fez com que eu agora não
    Pudesse mais voltar atrás

    Deixa que eu te moldo inteira
    E falo as besteiras que cê quer ouvir
    (que cê quer ouvir)
    Festa, droga e brincadeira
    Nos perdemos na poeira do que esta por vir
    (do que esta por vir)

    Deixa que eu te moldo inteira
    E falo as besteiras que cê quer ouvir
    (que cê quer ouvir)
    Festa, droga e brincadeira
    Nos perdemos na poeira do que esta por vir
    (do que esta por vir)

    Deixa que eu te moldo inteira
    E falo as besteiras que cê quer ouvir
    Festa, droga e brincadeira
    Nos perdemos na poeira do que esta por vir

    Deixa que eu te moldo inteira
    E falo as besteiras que cê quer ouvir
    Festa, droga e brincadeira
    Nos perdemos na poeira do que esta por vir

    Letra enviada por Lira Beatriz
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de 1Kilo

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.