Página inicial > Rap > 0-9 > 1Kilo > Miragens

Miragens

1Kilo


[Xãn]
Mil e uma mina doida
Vivendo a vida adoidado
Mil e uma vida louca
Rimando antes que eu morra
Já que nós não temos outra escolha

Mil e uma mina doida
Vivendo a vida adoidado
Mil e uma vida louca
Rimando antes que eu morra
Já que nós não temos outra escolha

[Doisp]
Mil e uma noites em claro, fazendo ser fácil
Enquanto eles só falam, Kilo é o ás do jogo
Ouro raro, elas ficaram loucas
Vida que passa e o tempo leva quem não se adapta
Flow calibre, rima adaptada
Nas linha nós te mata rindo, inimigo caindo
Ela brinca com o fogo, no olhar tem veneno
Tá querendo entrar no jogo, Kilo é o estouro
O mundo ficou pequeno
Fazendo história de novo e de novo
E de volta a cena, só vitória
Dando nome pro terror dos outros
De onde eu venho a morte tá no ar
Responsa tá no porte, eu tô rimando fogo

[Chris]
Tô no mundão, vários passando a visão
que nem eles tão pegando
Segue a ilusão, que a oração mais sincera
é daquele que seguem pecando
Vacila não, que eles não estendem a mão
Mas sempre seguem apontando
Minha diversão é ver antigos irmãos
sorrindo ao invés de chorando
E os que tão contra crescem
em números nunca na qualidade
Sem ter o que merecem, vivendo mentiras
sonhando a verdade
Paralisei meu medo, pus a cara a tapa
arrisquei, pus minha face no mapa
Aprendi que os que seguem atirando
são sempre os que falam
Mas nunca os que matam

[Sadan]
Oh night, oh day, eu me lembro
bem eu jogando a pool day
Nessas ruas não é fácil dá pinote
Sem vacilo, sem mancada vagabundo sente o papo
Não é Coldplay é cold day
Eu tentei se sabe bem que eu lutei
Agora eu me jogo na vida bandida também, primo
Eu quero lutar, eu quero vencer eu quero ser rico
Eu quero um mundo melhor
pra toda a família e todos os amigos
To com a mente distante que só a destreza me move
Bate de frente com o bonde da quilo
pra ver se tu não vai pra vala, seu verme x
Nao sei se é amigo, não sei se é inimigo
Só vejo o capuz de longe e me traz perigo
Não sei se tá comigo, contra fogo o inimigo
Contra a alma, contra a carne, não há falha
Né primo

[Xãn]
Mil e uma mina doida
Vivendo a vida adoidado
Mil e uma vida louca
Rimando antes que eu morra
Já que nós não temos outra escolha

Mil e uma mina doida
Vivendo a vida adoidado
Mil e uma vida louca
Rimando antes que eu morra
Já que nós não temos outra escolha

[Xãn]
Pus a vida nas linhas já que era tudo o que eu tinha
Implorei por ajuda divina só que ela não vinha
E o desespero desperta um brown em cada mano
Uma Frida em cada em cada mina
Só que mais que libras e cifras
Meu ouro é as rimas e por isso me chamam Midas
Que os meus versos te toquem
Nessas horas me sinto Cobain
Só essas vozes respondem
Lêem minhas palmas, se espantam
com a alma que meu corpo contém
No final de tudo só essas ruas nos ouvem

[Mz]
Não adianta planejar e não tomar as atitudes
Fiz o máximo que eu pude
Com o mínimo que eu tinha
Não adianta esperar que alguém te ajude
Não é só ligar pro Yudi pra ganhar o jogo da vida
Rap não é bola de gude
Eu tô matando e palmeando
Em falta com tantos planos nos sete planos do ser
E depois do desengano aprendi que
O grande engano é sempre ter as desculpas
Que sempre vão enganar você
A vida não espera
Não espere o contrário
não existe horário pra quem quer vencer
Vitória da luta vai ser o salário
Se o seu trabalho assim merecer
Porque se fosse fácil, cês nem queriam ser rap irmão
Se fosse fácil era só blusão e cap, cuzão
Se fosse fosse fácil cê estaria nessa track
Então pra nós é fácil, keep calm e aperta rec, porra

[Noventa]
Mente aberta, cara fechada
Faz a coisa certa na vida errada
A vida tá difícil, foi sempre assim
Mas não é só pra mim
Faço de tudo no nada
Esse é meu estilo ninja, morô?
Hoje a calma habita onde a ira morou
Poucos entenderam o disparo
O mundo precisa de amor, logo sou desnecessário
Se a vida é como a chuva, minha vida é tempestade
Vim pra fazer a semente vingar
Vim pra vingar a raiz que usurparam do fruto
e tentaram cortar
E tentam negar que nosso lugar é no pódio
Andam neutro, é a falta de Malcom
Ando meio triste é a falta de álcool
Espere o próximo episódio

[Xãn]
Mil e uma mina doida
Vivendo a vida adoidado
Mil e uma vida louca
Rimando antes que eu morra
Já que nós não temos outra escolha

Mil e uma mina doida
Vivendo a vida adoidado
Mil e uma vida louca
Rimando antes que eu morra
Já que nós não temos outra escolha

[Pelé]
No fim de tudo só as ruas me ouvem
Pra elas que canto quando me perco em algum canto
Com um copo de codein
Ela me para, um tiro na cara
De quem por mim dava nada
Desde o tempo da batalha
Agora o jogo virou, poetas o preto portou
Vagabundo não ostentou
quando viram alguém disposto pro caô
Mas jogador não para, já passei o nível dos caras
Por isso a sua meta é criar união
que no fim de tudo é uma grande farsa
Querem falar, querem ensinar
esses meninos nada sabem
Foda é olhar, o povo pensar, que Rap é só sacanagem
Eu tô aqui pra mudar a porra dessa imagem
Vivendo em meio a mentiras, acreditando em miragens

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a 1Kilo no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS