Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    A natureza
    A natureza
    A natureza
    A natureza
    O que prende demais minha atenção
    É um touro raivoso numa arena
    Uma pulga do jeito que é pequena
    Dominar a bravura do leão
    Na picada ele muda a posição
    Pra coçar-se depressa com certeza
    Não se serve da unha nem da presa
    Se levanta da cama e fica em pé
    Tudo isso provando quanto é
    Poderosa e suprema a natureza
    A natureza
    A natureza
    A natureza
    A natureza

    Admiro demais o beija-flor
    Que com medo da cobra inimiga
    Só constrói o seu ninho na urtiga
    Recebendo lição do Criador
    Observo a coragem do condor
    Que nos montes rochosos come presa
    Urubu empregado na limpeza
    Como é triste a vida do abutre
    Quando encontra um morto é que se nutre
    Quanto é grande e suprema a natureza

    A natureza
    A natureza
    A natureza
    A natureza

    A abelha por Deus foi amestrada
    Sem haver um processo bioquímico
    Até hoje não houve nenhum químico
    Pra fazer a ciência dizer nada
    O buraco pequeno da entrada
    Facilita a passagem com franqueza

    Uma é sentinela de defesa
    E as outras se espalham no vergel
    Sem turbina e sem tacho fazem mel
    Como é grande o poder da natureza
    A natureza
    A natureza
    A natureza
    A natureza

    Não há pedra igualmente ao diamante
    Nem metal tão querido quanto o ouro
    Não existe tristeza como o choro
    Nem reflexo igual ao de um brilhante
    Nem comédia maior que a de Dante
    Nem existe acusado sem defesa
    Nem pecado maior que avareza
    Nem altura igual ao firmamento
    Nem veloz igualmente ao pensamento

    Nem há grande igualmente à natureza
    A natureza
    A natureza

    A natureza
    A natureza

    Tem um verso que fala da maconha
    Que é uma erva que dá no meio do mato
    Se fumada provoca o tal barato
    A maior emoção que a gente sonha
    A viagem às vezes é medonha
    Dá suor dá vertigem dá fraqueza
    Porém quase sempre é uma beleza
    Eu por mim experimento todo dia
    Se tivesse um agora eu bem queria
    Pois a coisa é da santa natureza
    A natureza
    A natureza
    A natureza
    A natureza

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Zé Ramalho

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.