Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Um matiz caboclo
    Pinta o céu de vinho
    Pra morar sozinho
    Todo o pago é pouco
    Todo o céu se agita
    O horizonte é louco
    Num matiz caboclo
    De perder de vista

    Amada
    Amada
    Por viver sozinho
    Não me apego a nada

    O minuano rincha
    Nas estradas rubras
    Repontando as nuvens
    Pelo céu arriba
    O sol poente arde
    Em sobrelombo à crista
    Quando Deus, quando Deus artista
    Vem pintar a tarde

    Amada
    Amada
    Por viver sozinho
    Não me apego a nada

    Um matiz de chumbo
    Predomina agora
    É chegada a hora
    De encontrar meu rumo
    Ao seu olhar lobuno
    Mais além do poente
    Onde vive ausente
    Meu sonhar reiúno

    Amada
    Amada
    Por viver sozinho
    Não me apego a nada

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Wilson Paim

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.