Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Só quero paz... mais nada
    Deitadão na beirada, encostado na brisa d'água
    De "campã" na areia admirando os corpos de sereia
    Arreia o bonde inteiro, só maluco feio (onde?)

    Meu, de saco cheio da vida que é perturbada,
    Cidade movimentada, o brilho das baladas, as putas na calçada,
    Luta, luta e nada, escuta à madrugada,
    O breu das caminhadas muquiadas te levam à nada, chapa

    Eu tô de boa, só de leve à greve sã
    Ecoa e soa na mente, inconsciente leavitã
    Sente, aceite e "pã", senta azeite e acompanha (fuck)
    Camarão, limão, smoke pra chapar

    Se pá tá teno, se pá nem tá
    Sai pra lá veneno, pra cá só os fiéis que é de fechar
    Toma um chá, fuma aqui, fuma aqui, toma um chá
    Tapa na pantera, pala à vera, fala pra encostar

    (vou ficar aqui) numa nice, uísque, red bull e ice
    Na paz, rapaz jaz um filho de jáh(mais)
    Se faz, mas não é nada, louco pelas madrugadas
    Fuma, cheira e bak "pac pac", piripaque

    Sai, chupa brisa, levada que hipnotiza
    O corpo paraliza, a mente tranquiliza
    Os pisantes pisam, os gigantes gritam
    Os amantes brindam, os infantes brigam
    Não é droga não... é chá de vida

    -

    Andando e tropeçando eu sigo o meu caminho só
    Inovando, me renovando e procurando o meu melhor
    Eu vou, pra nunca mais
    E tô, cheio de gás
    Pra buscar paz... "neguin", só paz

    -

    Sem erro no desespero, quem tá rápido é o coelho
    Desse jeito eu fico cabreiro com esses papos de pedreiro
    Que falam o dia inteiro, falam pelos cotovelos
    Onde for (tem falador), vida de cabeleireiro

    Gosta de fazer fofoca e joga "idéinha" na roda
    (x9), pode que pode, fala e aumenta o meu ibope
    Tô cansado de conviver com essa situação
    Pra tu ver (sem se mexer) só pregado no chão

    Uns que roubam na sua frente, uns que roubam de você
    Todo mundo vê tudo, acho que fingem que não vê
    Vou viajar pra brasília, dizem que é filha do brasil
    Só pra mandar os bandos de filha pra "pul..." que pariu

    Vou rimando, argumentando e não vou parar jamais
    Inventando, me reinventando onde cantam os sabiás
    Censura não pega mais, por isso eu só quero paz
    "neguin"... tô precisando.

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Valente

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.