Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Tina Charles é verdadeiramente uma pessoa única no mundo: ela tem sido considerada como uma das melhores vozes de todos os tempos e teve uma ascensão fenomenal a fama e estrelado. Seu status de celebridade não está apenas restrito a sua terra natal, Inglaterra (onde em 1976, ela tornou-se facilmente a artista feminina de maior sucesso a aparecer no Top Of The Pops e até mesmo no The Two Ronnies), mas também ao mundo todo. Tina também contribuiu com seus vocais para gravações de enorme sucesso de alguns artistas ? incluindo Buggles (Vídeo Killed The Radio Star), Steve Harley & Cockney Rebel (Come Up And See Me) e 5000 Volts (I?m On Fire, sucesso da disco em 1975).

    Tina Hoskins (ela adotou o sobrenome Charles artisticamente do seu pai) nasceu na Inglaterra em 10 de Março de 1954. Tina começou a cantar antes que ela aprendesse a andar, no entanto começou a alcançar as notas certas quando freqüentou a Coroner Academy of Arts and Drama. Seus pais sabiam que ela tinha que ir à escola de teatro e lembram ?desde os 4 anos, ela tinha a escova de cabelo na mão e cantava em frente ao espelho por horas a fio?. A primeira aparição pública de Tina foi ainda com a tenra idade de 15, quando ela era vocalista de uma banda chamada American NCO's com base em Ruislip.

    Aos 15 anos de idade, Tina gravou quatro singles para a CBS Chapels Studio, em Londres, um dos quais, Good To Be Alive (Bom Estar Vivo), teve o backing vocal de um jovem desconhecido chamado Reg Dwight, mais tarde conhecido como o único e original Elton John - "Eu ainda me lembro dele entrando e me perguntando o que eu achava dos seus sapatos novos de pele de crocodilo!".

    Em 1971, Tina também estava aparecendo semanalmente no programa The Two Ronnies, cantando covers de sucessos por um período de seis semanas. Sua versão de River Deep, Mountain High de Tina foi considerado "tão bom quanto o original" pela Radio Times. Nada fácil para uma adolescente de 15 anos de idade.

    Na maior parte do tempo Tina estava trabalhando com The Tony Evans Orchestra e estava se apresentando no Empire Leicester Square seis noites por semana. Após isso, ela entrou em uma turnê nacional e européia comEnglebert Humperdink, Tom Jones e Gilbert O'Sullivan. "Foi uma grande experiência e eu aprendi muito". Ainda para descobrir a fama, Tina estava apenas curtindo cantar e viajar. Tina trabalhou durante 3 anos, sempre e onde quer que pudesse trabalhar. Com o apoio de seus dedicados pais Hilda eCharles, ela sempre ia de porta em porta e era encorajada a trabalhar arduamente. "Os meus pais foram minha inspiração e nunca questionaram a minha escolha da carreira, apesar de ter sido uma forma incomum de vida para uma jovem garota".

    Em 1973, com a idade de 19 anos, Tina juntou-se a uma banda chamadaNorthern Lights e estava cantando a maior parte dos covers. Ela também trabalhou com um grupo chamado Kilburn & The High Roads que mais tarde se tornou Ian Dury e The Blockheads. Também nesta época, Tina e sua boa amiga e colega de trabalho Linda Lewis estavam no côro de Come Up And See Me de Steve Harley & Cockney Rebel.

    Tina estava começando a ser conhecida pela sua voz poderosa e penetrante e lentamente mais oportunidades foram surgindo. Em 1975 ela foi convidada para uma sessão de estúdio de Tony Eyers. Mal sabia ela naquele momento que essa sessão privada iria resultar em um single que venderia milhões de cópias: a canção - I'm On Fire do 5000 Volts. Tina recorda: "Eu acho que eu recebi 200 libras pela aquela sessão. Ele passou a vender milhões e no entanto eu só ganhei as minhas 200 libras. É assim mesmo. Eu me diverti.?

    Então veio a grande oportunidade: uma apresentação feita através de um amigo para o popular produtor, Biddu. O primeiro single You Set My Heart On Fire provou ser suficiente para fechar um grande contrato de gravação com aCBS. Após o lançamento do segundo single I Love To Love, que vendeu milhões de cópias em todo o mundo, Tina encontrou a fama finalmente e como as canções continuavam vendendo, seu público se tornou maior do que ela sonhava. Biddu comenta, "Durante 2 anos, suas canções dominaram as rádios do Brasil a Bombaim" Aquela pequena mulher com a grande voz estava conquistando o mundo totalmente.

    Entre 1975 - 1977 Tina fez turnês pelo mundo e visitou quase todas as principais cidades da Europa, Oriente Médio, Ásia, Américas do Sul e Central. I Love To Love vendeu um total de 26 milhões de cópias, tornando-se um dos maiores singles de sucesso da estória. Esta foi a época mais movimentada da carreira de Tina, quando ela saía de estúdios direto para apresentações ao vivo nas TV's do mundo. Outros sucessos surgiram, incluindo Dance Little Lady Dance, I?ll Go Where Your Music Takes, Lovebug e muitos mais. Tina recorda, "Era uma loucura! Eu nem sequer tinha tempo para pensar. O único país que nunca visitei foi a Austrália, mas eu tinha uma boa razão."

    O motivo da viagem para a Austrália nunca ter acontecido foi que em junho de 1977, Tina deu à luz ao seu filho do primeiro marido Bernard Webb - um músico de East London. Max Charles Webb nasceu às 8:02h da manhã no dia 11 de junho, na Wellbeck Clinic, em Londres.

    Durante o início dos anos oitenta, após alguns anos levando uma vida mais sossegada e ter sido testemunha de alguns dos momentos mais importantes dos primeiros anos de vida de Max, Tina decidiu dedicar mais tempo a trabalhar novamente e lançou vários singles. Eles não corresponderam ao seu anterior sucesso, porém no final dos anos oitenta e início dos anos noventa, I Love To Love foi remixado por Sanny X e entrou para o top 10 dos singles em toda a Europa, com um memorável período de 14 semanas em 2º lugar na França. Tina novamente estava viajando pela Europa, apresentando-se em danceterias, participando ao vivo de programas na TV performances e dando entrevistas. Max recorda, "Eu estava muito perto de meus avós e sempre que mamãe estava longe, eles estavam ali, infalivelmente por perto; mesmo quando eu tinha idade suficiente para cuidar de mim mesmo, eles ainda insistiam. Eu acho que eles curtiram a mudança".

    Em 2008, Tina Charles finalmente entrou no estúdio para gravar seu tão aguardado album após 28 anos do seu último disco Just One Smile (1980). Apesar de ter lançado vários singles de sucesso através de várias gravadoras na Europa, como I Love To Love (Love in London), To Sir With Love & Your Disco Needs You (com Kelly Marie) e Higher (com Sanny X) - que os levou ao primeiro lugar na Billboard européia e ao quinto nos EUA em 2006 - Tina ficou muito tempo longe dos estúdios e voltou então quase três décadas depois para gravar Listen To The Music, um album cujas canções foram escolhidas a dedo pela própria cantora, trazendo somente covers de algumas de suas canções favoritas.

    O repertório é deliciosamente eclético, indo desde baladas como "A Natural Woman" (grande hit na voz de Aretha Franklyn) , "Kiss From A Rose"(originalmente gravada por Seal nos anos 90) e "I'll Be There" (sucesso nos anos 70 dos Jacksons Five), passando por "Blame It On The Boogie" (Um R&B de sucesso novamente nas vozes dos Jacksons) até o som eletrônico irresistível do Erasure, "Chorus". O album conta ainda com as regravações em estilo remix dos seus dois maiores sucessos, "I Love To Love" e "Dance Little Lady Dance", com nova roupagem e vocais.

    Listen To The Music foi relançado recentemente pela gravadora Universal e com novo título, Feels Like Sunday, além de ter sido incluídas duas faixas novas:"I Feel Love" (um cult disco na voz de Donna Summer em 1977 - aqui Tina incluiu inteligentemente alguns versos de "Vogue", de Madonna) e a faixa-título do album.

    Em 2009, foi lançado o single gravado em dueto com o rapper grego Aris Tomas, trazendo versões de seu maior sucesso ?I Love To Love?!

    Fonte: Tina Charles Brasil Fan Site
    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar


    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.