Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Eu vim de longe...
    De onde a chuva é coisa rara...
    Onde a gente sofre e cala...
    Dia e noite sem parar...
    Eu sou de um povo que não deixa pra depois...
    Sou de onde agarra o boi...
    A unha no carrascal...
    Não tive escola...
    Não escrevo sou grosseiro...
    Mas porém sou brasileiro...
    Deste céu azul de anil...
    Durmo em baixeiro estendido no pedregulho...
    Mesmo assim eu me orgulho de ser filho do Brasil...

    Perdi meus pais...
    Cresci no mundo sozinho...
    Andei por muitos caminhos...
    Sempre escolhendo o melhor...
    Passando fome fui vivendo e aprendendo...
    Devagar fui compreendendo...
    Que a verdade é uma só...
    Topei com a onça certo dia na cancela...
    Perseguindo uma vitela...
    Cuja mãe tinha morrido...
    Só sei dizer que a nossa luta foi tão feia...
    Sangue que manchou areia foi do animal vencido...

    Como a serpente que ninguém chegava perto...
    Na tocaia do deserto...
    Quatro homens fui topar...
    Quatro sujeito, quatro cabras indecentes...
    Tombaram na areia quente sem ter tempo pra rezar...
    Segui um rastro...
    De um sujeito macumbeiro...
    Que tinha dez cangaceiros...
    Mas veloz do que um puma...
    Cruzei fronteiras sem temer nenhum fracasso...
    Na justiça do meus braços desordeiro não se apruma...

    Você seu moço...
    Que só vive na cidade...
    Não conhece a verdade...
    Que se passa no sertão...

    Aonde o homem...
    Faz a lei na pura bala...
    Onde a gente nem não fala...
    Pra não perder a razão...

    Fui cara a cara...
    Peito a peito...
    Frente a frente...
    Vi tombar um inocente...
    Nas garras de um valentão...
    Brigaram tanto...
    Por causa do ordenado...
    Um deles era o empregado...
    E o outro era o patrão...

    Quem fere a ferro...
    Com ele vai ser ferido...
    Por Deus nada é esquecido...
    Liberdade paz e amor...
    Só a justiça vence no juízo final...
    Quando tudo for parar...
    Na balança do senhor...

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Tião Carreiro e Pardinho

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.