Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Eu tiro mó onda de rolê no brasilhão carro de malandro
    é carro de ladrão
    Eu tiro mó onda de rolê no meu chevet carro de ladrão
    e com nois ninguém se mete
    Eu tiro mó onda de rolê no meu fuscão carro de
    malandro é carro de ladrão
    Eu tiro mó onda de rolê no meu opala carro de ladrão
    liga o som que não dá nada

    É sexta feira a noite não tem nada pra fazer eu vou
    ligar os manos pra nois dar um rolê peguei minha
    Brasília herança do meu pai é peça de musseu mais
    corre pra caraí motor 600 modelo sete nove carreta
    cabuloza e com ela ninguém pode eu na direção juntos
    com os meus parceiros aqui discriminados correria o
    dia inteiro pegando a principal em direção a cei mais
    antes temos que passar na casa do neguim agora rachou
    a
    quadrilha tá formada só os correrias dos rap de
    samambaia paramo no sinal um play boy colou do lado de
    citroen tunado
    rebaixado turbinado riu da minha cara só por que meu
    carro é velho ae não esquenta não dá o dedo pra esse
    prego vamos sair fora a noite apenas começou a música
    que toca é o ronco do motor toma ae de sequençia de
    rolê no brasilhão carro de malandro é carro de ladrão

    Eu tiro mó onda de rolê no brasilhão carro de malandro
    é carro de ladrão
    Eu tiro mó onda de rolê no meu chevet carro de ladrão
    e com nois ninguém se mete
    Eu tiro mó onda de rolê no meu fuscão carro de
    malandro é carro de ladrão
    Eu tiro mó onda de rolê no meu opala carro de ladrão
    liga o som que não dá nada

    Parei num barzinho pra tomar uma gelada hoje é por
    minha conta então desse cinco caixas e ai Diego liga
    lá pras bandas
    umas donas bem facinha pra gente levar pra cama só não
    da estia pras marias gasolinas essas vagabundas nem
    entram na minha Brasília sai queimando o chão em
    direção a chaparrau voando a cem por hora e pra nois
    não tem pardau
    os pamonhas me pararam tão querendo me mutar quer
    saber de uma coisa ai vai se lascar que nada não dá
    nada quer mutar pode mutar o problema não é o dinheiro
    é as liguinhas pra amarrar eu tÔ de zoação vey eu tô de
    brincadeira agora complicou são sete pontos na carteira
    não dá pra reclamar chorar não adianta eu tô vendendo o
    almoço pra poder comprar a janta falou rapaziada eu tô
    saindo então já vou vixi zicou a gasolina acabou estamos
    ae de sequençia de rolê no brasilhão carro de malandro
    é carro de ladrão

    Eu tiro mó onda de rolê no brasilhão carro de malandro
    é carro de ladrão
    Eu tiro mó onda de rolê no meu chevet carro de ladrão
    e com nois ninguém se mete
    Eu tiro mó onda de rolê no meu fuscão carro de
    malandro é carro de ladrão
    Eu tiro mó onda de rolê no meu opala carro de ladrão
    liga o som que não dá nada.

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Son D' Play

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.