Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    Metabolic
    Gone, I couldn't murder your promise
    Right before my eyes
    The revolutions of my psychosis
    Kept me outta the way

    Once inside, all I hold is ash

    Fall, suppressing every feeling
    I'm in so much pain
    I have every fuckin' right to hate you
    I can't take it!
    The hardest part was knowing that I could never be you
    Now all I do is sit around and wish I could forget you

    My demise! I took a life worth living
    And made it worth a mockery!
    I deny! I fold, but they keep on coming
    (Stop) I'm always ready to die
    But you're killing me!

    Who are you to me? Who am I to you?
    Is this a lesson in nepotistic negligence?
    By default, you are my only link to the outside
    Psychosomatic suicide
    Where were you when I was down?
    Can you show me a way
    To face everyday with this face, goodbye

    My demise! I took a life worth living
    And made it worth a mockery!
    I deny! I fold, but they keep on coming
    (Stop) I'm always ready to die
    But you're killing me!

    When I blur my eyes, they make the whole
    World breathe - I see you fucking me
    And I am absolutely controlling every urge
    To mutilate, the one and only answer
    So much for memories
    I wanna dress in your insecurities
    And be the perfect you, I'm through
    I'm out, stretched out for all to loathe
    Here we go, the ultimate irony
    Metabólico
    Já era, eu não pude assassinar a sua promessa
    Bem diante dos meus olhos
    As revoluções da minha psicose
    Me mantiveram fora do caminho

    Uma vez dentro, tudo que eu seguro são cinzas

    Caio, suprimindo cada sentimento
    Eu estou com tanta dor
    Eu tenho todo o direito de te odiar, caralho
    Eu não agüento
    A pior parte era saber que eu nunca poderia ser você
    Agora tudo o que eu faço é sentar-me e tentar te esquecer

    Meu falecimento! Eu levei uma vida com mérito
    E eu fiz valer uma piada
    Eu nego! Eu desisto, mas eles continuam vindo
    (Pare) Eu estou sempre pronto para morrer
    Mas você está me matando

    Quem é você para mim? Quem sou eu para você?
    Isto é uma lição de negligência nepotística?
    Pelo padrão, você é a minha única ligação com o exterior
    Suicídio psicossomático
    Onde você estava quando eu estava na pior?
    Você pode me mostrar um caminho... ?
    Encarar todo dia com esta cara, adeus

    Meu falecimento! Eu levei uma vida com mérito
    E eu fiz valer uma piada
    Eu nego! Eu desisto, mas eles continuam vindo
    (Pare) Eu estou sempre pronto para morrer
    Mas você está me matando

    Quando eu embaço meus olhos, eles fazem
    O mundo todo respirar eu te vejo me fudendo
    E eu estou absolutamente controlando todo desejo
    De mutilar, a única resposta
    Tanto para se recordar
    Eu quero vestir suas inseguranças
    E ser o perfeito você, eu consegui
    Estou fora, esticado para todos odiarem
    Aqui vamos nós, a última ironia



    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Slipknot

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.