Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    (Refrão)
    Tem uma boca pra me difamar pior que uma metralhadora
    Não deu pra sacar? Voltei de voadora
    Complô pra me derrubar, você e sua usurpadora
    Não deu pra executar, voltei de voadora
    É cantor, mas deve usar calcinha igual cantora
    Mariquinha vai chorar, voltei de voadora
    Achou que eu ia ficar sem cantar a vida toda
    Pode deixar de achar, voltei de voadora

    Estive tempo ausente, decepção com muita gente
    Eu não imaginava tanta falsidade constantemente
    Quem eu menos esperava, mas também
    não foi surpresa, na trairagem querendo
    me ver embaixo da mesa
    Eu vi a morte querendo me levar antes da hora
    Meu sangue é frio, raciocínio é frio, nada me apavora
    Eu voltei com uma tonelada de marra e de rima
    Que é pra acabar com a farra de quem acha que está por cima
    Com certeza meu talento é maior que a mediocridade
    E minha humildade é maior do que a falsidade
    Eu voltei com a fome de um leão que devora a ovelha
    Já que eu não vou ficar rico com o rap,
    eu canto o que me der na telha
    Esse é o som da redenção, talvez uma demonstração
    Para te mostrar que dedicação vale mais que pagação
    Desmerecer as pessoas sem conhecer? Vê se não ousa
    Mais venenoso do que nunca: Prazer, Simpson Souza

    (Refrão)
    Tem uma boca pra me difamar pior que uma metralhadora
    Não deu pra sacar? Voltei de voadora
    Complô pra me derrubar, você e sua usurpadora
    Não deu pra executar, voltei de voadora
    É cantor, mas deve usar calcinha igual cantora
    Mariquinha vai chorar, voltei de voadora
    Achou que eu ia ficar sem cantar a vida toda
    Pode deixar de achar, que eu voltei de voadora

    Uma garrafa de conhaque pra afogar a mágoa
    Chuveiro no frio, algumas horas embaixo d'água
    Flashes na mente mostram que tenho algo a fazer
    Rimas escritas mostram que tenho algo a dizer
    Eu estive como alguém que fica em coma
    Quem tava desejando meu desastre agora toma
    Eu sou o monstro que voltou mil vezes mais forte
    Até a execução desse som, venci o Judas e a morte
    Não to pra brincadeira, mas chega até a ser engraçado
    Quem deve no tema desse som está todo arrepiado
    Não precisam cuidar da minha vida, sou maior e vacinado
    Desde muitos anos, minhas contas eu mesmo pago
    Ser poeta é um dom, eu não escolhi, eu nasci
    Habilidade com as palavras no talento de Mc
    Acharam que desisti, Que fiquei esse tempo à toa?
    Podem avisar que eu to de volta. E que voltei de voadora

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Simpson Souza

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.