Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Aquilo é que era mulher
    Pra não me acordar cedo, saía da cama na ponta do pé
    Só me chamava tarde sabia meu gosto, na bandeja café
    Chocolate, biscoito, salada de fruta.....suco de mamão
    No almoço era filé mignon
    Com arroz à la grega, batata corada e um vinho do bom
    No jantar era a mesma fartura do almoço
    E ainda tinha opção
    É mais dei mole ela me dispensou

    ...Cheguei em casa outra vez doidão
    ...Briguei com a preta sem razão
    ...Quis comer arroz doce com quiabo
    ...Botei sal na batida de limão

    Dei lavagem ao macaco, banana pro porco, osso pro gato
    Sardinha ao cachorro, cachaça pro pato
    Entrei no chuveiro de terno e sapato, não queria papo

    Fui lá no porão, peguei treisoitão
    Dei tiro na mão do próprio irmão
    Que quis me segurar, ele conseguiu me desarmar

    Fui pra rua de novo, entrei no velório pulando a
    janela
    Xinguei o defunto, apaguei a vela
    Cantei a viúva mulher de favela, dei um beijo nela
    O bicho pegou a polícia chegou
    Um coro levou em cana entrou
    Ela não me quer mais
    Bem feito
    Ah tsc tá vendo ahhhh

    Ela não me quer,ela não me quer
    Badi Assad:
    Aquilo é que era mulher
    Pra não te acordar cedo, saía da cama na ponta do pé
    Só te chamava tarde sabia teu gosto, na bandeja café
    Chocolate, biscoito, salada de fruta.....suco de mamão
    No almoço era filé mignon
    Com arroz à la grega, batata corada e um vinho do bom
    No jantar era a mesma fartura do almoço
    E ainda tinha opção
    É mais deu mole ela dispensou você

    Seu Jorge:
    ...Cheguei em casa outra vez doidão
    ...Briguei com a preta sem razão
    ...Quis comer arroz doce com quiabo
    ...Botei sal na batida de limão

    Badi Assad e Seu Jorge:
    Deu lavagem ao macaco, banana pro porco, osso pro gato
    Sardinha ao cachorro, cachaça pro pato
    Entrei no chuveiro de terno e sapato, não queria papo

    Foi lá no porão, pegou treisoitão
    Deu tiro na mão do próprio irmão
    Que quis te segurar, ele consegui me desarmar

    Fui pra rua de novo, entrei no velório pulando a
    janela
    Xinguei o defunto, apaguei a vela
    Cantei a viúva mulher de favela, dei um beijo nela
    O bicho pegou a polícia chegou
    Um coro levou em cana entrou
    Ela não me quer mais
    Bem feito

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Seu Jorge

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.