Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    O tempo parece que foge
    dura o tempo de um cigarro
    e eu atrás dele e não o agarro
    e vou de metro e vou de carro

    Ai ó linda
    será que ainda

    Vou ter que correr, que ganhar
    a maratona à lufa-lufa
    iço a bandeira e o tambor rufa
    e a recompensa é uma pantufa

    E tenho os dedos e a cabeça
    a telefonar p´ra toda a parte
    e desço à terra, e subo a marte

    E por falar em sobe e desce
    ontem bebi falsificado
    e estou com o corpo todo errado

    Eu tenho a vida
    partida
    em mil pedaços
    cola-os tu com dois abraços

    O tempo parece que foge
    dura o tempo de um café
    e o "antes fosse" já não é
    e vou de carro e vou a pé

    Ai ó linda
    será que ainda
    vou ter que voltar a assistir
    a discussões fundamentais
    onde as pauladas são verbais
    e as conclusões são sempre iguais

    E tenho os dedos, e a cabeça
    a telefonar p´ra toda a parte
    e desço à terra e subo a marte

    E a amiga do meu grande amigo
    com o seu ex
    anda há que anos, 5 ou 6
    a tratar lá de uns papéis

    E eu a tentar meter
    o Rossio na Betesga
    a andar de Herodes p´ra Pilatos
    com o olho p´ra Belém
    e outro para Sacavém
    e eu a dar a volta ao mundo
    embora sabendo no fundo
    que nem Roma nem Pavia
    se fizeram num só dia

    Eu tenho a vida
    partida
    em mil pedaços
    cola-os tu com dois abraços

    O tempo parece que foge
    dura o tempo de um abraço
    e eu atrás dele e não o caço
    e eu a galope e ele a passo

    Ai ó linda
    será que ainda

    Vou Ter que dar de comer
    à filharada e ao periquito
    às plantas da selva em que habito
    à tartaruga e ao mosquito

    E tenho os dedos e a cabeça
    a telefonar pra toda parte
    e desço à terra e subo a marte

    E compro cromos para os "piquenos"
    é prá troca, e os repetidos
    é pra colarem nos vidros

    Eu tenho a vida
    partida
    em mil pedaços
    cola-os tu com dois abraços

    O tempo parece que foge
    dura o tempo de uma vida
    e são dois dias de fugida
    e é já tempo de partida

    Ai ó linda
    será que ainda
    Vou ter que descer e abrir
    a minha caixa do correio
    a ver se é desta vez que veio
    a contazinha que eu receio

    E tenho os dedos e a cabeça
    a telefonar p´ra toda a parte
    e desço à terra e subo a marte

    E subo à contabilidade
    e pra maior desassossego
    hoje não pagam no emprego

    Eu tenho a vida
    partida
    em mil pedaços
    cola-os tu com dois abraços

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Sérgio Godinho

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.