Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Tekilla)
    Vien venidos, as portas 'tão abertas, niggas sentem
    Porque esses rappers só falam das cenas que nunca sentem
    Mentem (?) e pensam a cena é (?)
    Por muito que se esforcem o público aqui faz (?)
    Rimas são nerds, saiam de cima de quem me adere
    Por isso o que vocês dizem aqui dentro, nunca se escreve
    (?) Peep Show, próximos álbuns em breve
    Verso serve para todo o cromo que se adere
    Basta de falsidade o meu rap é fogo posto
    Tudo o que vocês curtem, Tekilla é o oposto
    Com gosto, quality (?)
    Comida no prato, bordel, cruel, presidente do sindicato
    Com flow exacto não emito falhas no meu mandato
    Não ligo, só estico suckers que ali metam boato
    Vocês sabem que eu bato a quem me der mentiras
    Não interfiras em piadas que eu curto (?)
    Feeling mas não te ensinas porque isto não te diz respeito
    (?) que eu não cuspa, curti ou ser aceite
    No fundo eu dou conselhos, nos espelhos eu sou direito
    E Tekilla assimilia ao teu álbum perfeito
    Todo o trabalho wack, eu rejeito
    Porque no fundo trabalho, e eu não levo esse trabalho a peito
    Digam-me o que é que falta para ver se eu aproveito
    Nas horas que eu faço, eu não vejo fazerem nada de jeito
    Com nome e editora não muda o meu conceito
    Sou contra o inimigo e com ele eu não me deito
    Sujeito á imprensa é tudo e com ofença
    Pensa duas vezes o crime aqui não compensa

    (Regula)
    Vien venidos as portas tão abertas, nigga, please
    Porque é que só dás ouvidos ao que o teu nigga diz?
    Há quem siga a raíz, ya, enche a barriga e diz
    Qualquer coisa que se oiça, boy, já desde a antiga Lisboa
    Eu via muita coisa que hoje em dia já não vejo
    Quando cuspo, não gaguejo, eu empenho não me desleixo
    E fecho-me com boas recordações em paredes
    Não confudas relações por eu te levantar dois dedos
    Eu vou fazendo estrelas, cabeças 'tão a acende-las
    Puxá-las e a cansar grelas, rompe-las e feias dizem:
    "Vocês são grandes porcos, dão-nos sempre grandes cortes
    Só porque eu tenho os pés grandes e ela tem os olhos tortos."
    E olha para os vossos corpos, embora tu não te importes
    Como vês, lugar para vocês, só mesmo nos transportes
    Segue o meu raciocinio, trabalho sem patrocinio
    Se adormeces, niggas pisam-te tipo pitons de alumínio

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Regula

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.