Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Canto a saudade Suspiro a verdade Lá fora o dia é frio p'ra mim...

    Olha o puto promissor com um sorriso na cara
    O que ganhou o Alcatel, segundo a Blitz: "Sem garra"
    O que criou uma Kimahera e fez girar a atmosfera
    Com confiança e atitude que trataste por mania?
    Calado lado a lado com esta minha poesia
    Humilde e verdadeiro em cada letra que escrevia
    Desiludido e compreendido por metade da minoria
    Sem o brilho de uma estrela, mas uma voz que te arrepia
    Sempre com folhas na mochila, escrevia no corredor
    Amante da mensagem via-se nos olhos o amor
    Que viria a virar ódio pelo ódio foi virado
    De cabeça levantada nem fiquei preocupado
    Eu sabia o que valia, eu sentia o que fazia
    Eu sabia que haveria de chegar o meu dia
    Mas a promessa de futuro não passou de ilusão
    Continuo a ser a sombra que vocês não captarão

    Canto a saudade
    Suspiro a verdade
    Lá fora o dia é frio p'ra mim
    E o calor do palco já não me quer assim x2

    É Verão e este Agosto vem com sabor salgado
    O castelo na areia ainda não foi derrubado
    O pouco de luz que precisava tem-me passado ao lado
    E ainda não consigo pôr aquele + atrás do saldo
    Tirem-me este peso de cima e o prazer de uma rima
    Tragam-no de volta junto ao tempo que fugiu
    O meu reflexo é o espelho e já não sou quem sorriu
    Ingenuidade da idade e esperança que sucumbiu
    Por cada momento que foi passado
    Por cada palco que foi pisado
    Por cada aplauso que foi guardado
    Maturidade agora joga o dado
    Continuo a ser igual numa música dou tudo
    Farto de ver este país a calar e a ficar mudo
    Mas jogo é feio demais, meu coração não se apaixona I
    ngratidão é resultado que o meu trabalho proporciona
    Este público aclama, reclama num grito temporário
    O prazer nuns minutos pelo empenho diário?
    Os dias que vou contando são frios de mais p'ra mim
    E se me vires a voltar é p'ra avisar que é o fim
    Estou cansado desta gente que a minha calma devora
    O micro 'tá ligado, mas eu saio porta fora

    Canto a saudade
    Suspiro a verdade
    Lá fora o dia é frio p'ra mim
    E o calor do palco já não me quer assim
    Falem à vontade, agora eu
    Já não me preocupo
    Ninguém me tira este lugar que ocupo
    Vou à luta, quebro a barreira
    Não há palavras que me possam ferir
    Conto a minha história de cabeça erguida
    Vivo apaixonado p'lo que faço nesta vida
    Sinto o calor de cada momento partilhado
    Canto a saudade de vos ter a meu lado x2

    Silêncio regressa ao meu corpo embrulhado em papel
    De um Natal esquecido entre estradas e autocarros
    O barulho do metro confunde-se com a miséria
    Cheguei onde estou e para onde ia já não sigo.

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Reflect

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.