Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    "Mais um ano se passou e nem
    sequer ouvi falar seu nome..."

    Mil a sua direita, dez mil a sua esquerda
    olhe ao seu redor e veja,intenda, compreenda
    o quanto e como não valeu a pena
    as gargantilhas de brilhantes, as langeries de seda
    vários kilos de cocaína e crack os passeio nos IATES
    CHAMPANGHE, vagabundas a vontade,
    ROLÉX, ARMANNI couro da VITON
    imagine quanto sangue não
    custou seus APÊ no LEBLON
    e o povo diz...

    [Zé povinho]
    "-Caralho sangue bom cê viu tru?
    ontem tava ai de fusca azul
    catava até umas fita,gostava de umas droga
    o barato é locão a ascenção foi meteórica
    agora de ACCORD e RR na garagem
    vorta e meia vejo ele saindo de viagem
    depois de uma semana retorna bronzeado
    isso que é vida o maluco tá muntado"

    Cê vê né fazer o que se eles quer falar
    de 100, 99 queria estar no meu lugar
    e eu de cótá em cótá fui fortalecendo a firma
    de oitão canela seca pra G3 e .30
    a vida é um carrossel isso eu aprendi
    eu sou a prova viva,quem quiser vem conferir
    hoje eu prego o quanto que não valeu
    aqui no inferno clamando por Deus.

    [Refrão]
    Avisa o IML, chegou o grande dia...
    são duas da manhã...
    Lágrimas, sangue...
    Avisa o IML...se é isso que eles querem,
    então vem me mata...

    Linda, nervosa, simplesmente a mais bela
    de corpo escultural, de abalar atmosfera
    jurava amor eterno,dizia que me amava
    que tudo era belo igual contos de fada
    um dia me lembro bem eu num esqueço
    ó uma parati tru e um santana preto
    uns cara diferente no sol de blusa
    o clima tava quente uma pá de crianças na rua
    pelo rádio meu olheiro me passou...pt...

    [Rádio]
    "-Ai sangue bom os cara quer você,
    levaram sua mulher como forma de mensagem
    descolei que são mão branca,e são lá do DENARC"

    Ixxi,mandei o advogado e uma maleta recheada
    depois de uma hora ela tava em casa
    feliz, sorridente me abraçando e dizendo...

    [Diálogo]
    -Amor tá suave, ó mó sossego!
    é só chegar uma vez por mês que tá bom
    se você quiser eu mesmo faço a transação
    levo o dinheiro no ponto e horário marcado
    nossos negócios vão ser extraordinários...

    Huumm,desconfiei e nem paguei pra ver
    com o coração partido mas tinha que ser
    mandei matar a vagabunda traidora,
    - correr com polícia não...sem vergonha!!!
    e a vida segue assim entre rosas e espinhos
    assim como toda segunda tem seu domingo
    hoje eu prego o quanto que não valeu
    aqui no inferno clamando por Deus.

    [Refrão]
    Aqui é foda...mas não desiste,
    Só mesmo Deus pra te proteger
    Aqui é foda...é cruel...
    Só a morte pode me libertar...

    Eu tive tudo que eu quis Ouro, Diamantes
    Carros, mulheres, fuzís, balas traçantes
    Fazia frio eu descia em CONGONHAS
    Depois de uma viagem á negócios na COLOMBIA
    - Surpresa!...POLÍCIA FEDERAL sem perdão,
    Depois de ter apreendido meus bêns, minha mansão
    Com 15 acusações entre homicídios, tráfico
    Com gravações de telefones grampeados
    Minha dinastia meu fim, meu castelo
    As grades do presídio,a masmorra do inferno
    Recordei das minha ações diabólicas na tranca
    O sangue do pilantra jorrando da garganta
    Que me caguêtou dizia ser parceiro,
    Senhor pelo amor foi comigo num enterro
    De um rival que sem aval tentou me matar
    Arranquei a cabeça dele como faz em BAGDÁ
    Várias mortes desde o vigia da PRO-SEGURO
    Caiu baleado com rajadas de URU
    Até o executivo que não quis repartir a fortuna
    Joguei do 10° andar pra espatifar na rua
    Fora os inimigos que boiaram no lixo
    Hóó, do tietê peneirados de tiros
    Uns dizem que fui louco,outros psicopátá
    Andei pelo sistema, fui cruel nas COMARCA
    Com os pé-de-bréque, os verme atrasa lado
    Sem essa de monstrão tio, apenas respeitado
    Agora eu me pergunto, cadê todo mundo?
    Os carro importado, as festas, os charutos
    Cubanos os manos que viviam ao meu redor
    As vagabundas que lambiam até o meu suor
    condenado a 100 e poucos, aqui lei dos 30
    Sozinho apodrecendo na caverna, na ilha
    No fundão TAUBATÉ, casa de CUSTÓDIA
    Cêis num sabe como é, aqui não tem misericórdia
    Apenas rancor e ódio no sangue
    O mundão parece tão distante
    Sinceramente sei que não valeu
    Aqui clamei, chamei, orei por Deus
    Se ele ouviu, num sei já era...
    -Tem mais um corpo enforcado aqui na cela!

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Realidade Cruel

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.