Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Informações do Álbum EP Basta Acordar
    Ouvir álbum completo EP Basta Acordar Ano de lançamento: 2031Estúdio Di Responsa Comprar
    x
    Ver discografia completa »
    Play
    PLAY

    Raillow
    Quando era menor achava que tudo era diversão
    Ficava na rua sem nenhuma preocupação
    Mas fui crescendo e caindo no chão
    Percebendo que não era isso não
    Vivendo e vendo que um tombo de bike
    DóI bem menos que a dor do coração
    E meu eu pai me ensinou a não ficar de pose
    Me tornei um tormento pra aluguns
    Pensamentos e esses ensinamentos eu levo até hoje
    Mas, cresci e desisitir isso jamais fui honrando meus pais
    Buscando sempre a paz correndo

    Com a mente atrás querendo viver bem
    Pra trazer essa condição que hoje raramente nois tem
    E se me escalaram pra isso eu se que eu sou capaz
    Soltando pro mundo o que guardar eu não aguento mais
    E quando somos pequenos nos escondem a verdade
    Mas basta crescer para compreender
    E nos supreender com a realidade
    Eu sempre coloquei a minha cara a bater
    Tem coisa que não entendia e continuo sem entender
    Se eu to na merda foda-se daqui eu mando tu se fuder
    Fui dado derrotado mais cuidado

    Quando se enverter a situação
    Eu, tento entender e chego a uma conclusão
    Que ninguém é igual e é natural o bem
    E o mal gerar confusão
    E mesmo estando contando com vários b.o.
    Não me espanto quando trombo
    Um bando de gente atrasando
    Meu corre meu trampo posso vim do banco
    Entrando em campo enquanto eu canto da rua
    Eu espanto e jogo pro canto tudo de pió
    Nasci pra dá orgulho e não dó!
    (x2)

    Desde sempre sonhador, não me canso de sonhar
    Seja no amor ou na dor, pra viver basta acordar
    Vida bate na porta e eu convido ela pra entrar
    Firme com o pé no chão nem furacão vai me levar!
    Gali

    Em momentos eu me sinto sózinho na jornada
    Mas ai olho ao redór e vejo tantos na caminhada
    Derramando suór trampa deixa a testa molhada
    sentir as sensações que a vida tem a oferecer
    O gosto amargo da derrota e o sabor doce de vencer
    Que caia um raio em mim se não eu não tento ser criativo
    Já deu o tempo de uma linha e adivinha? ainda to vivo
    A insonia vem com a inspiração e sono se desaponta
    Tento calcular o futuro mas eu sempre perco a conta
    Rimo sobre o que eu quiser, pois tenho minha liberdade
    To armado de rima e fé e de força de vontade
    Vacinado pelo rap imune alienação

    É junto com o bumbo e o clap que bate meu coração
    poucos que entendem o que quero dizer
    Escrever não tem preço quando se escreve por prazer
    noite da babilonia assusta o bicho papão
    Sou pensativo com o objetivo de clarear a escuridão
    Escrevo pra me expressar,e desacretida quem duvida
    Ideias no papel, poesia na batida
    eu não vou paga de nada, ninguém poem preço na vida
    Sem sede ao pote o bote da cobra dobra o veneno
    Que corre na veia
    Canta sem alma é comum eu faço diferente
    Sonhando em viver o céu preso no inferno quente
    (x2)

    Desde sempre sonhador, não me canso de sonhar
    Seja no amor ou na dor, pra viver basta acordar
    Vida bate na porta e eu convido ela pra entrar
    Firme com o pé no chão nem furacão vai me levar!
    Leal
    É uma chance e mil coisas a se fazer
    Nem tudo o que eu sou condiz com o que eu quero ser
    Queria ser felicidade igualdade é o que não tá tendo
    Uns nascem em berço de ouro e outros no mó veneno
    A vida né facil mano escuta o que eu to falando
    Tanto que quando nasce ce já vem pro mundo chorando
    Meu pai me ensino que aqui não vai ter boi
    A ideia ficou mais infelizmente ele se foi
    Ele me disse que eu tenho que trampar e ser honesto
    Mas não manipulado e viver de resto
    Rapaz comum to fora desse assunto hilário
    Até por que no meu pais hoje o comum é ser otário
    Não fico calado caderno do lado no trampo focado
    Faço meu melhor

    Já to ligado carrego no fardo todo meu passado
    Derramo suó
    As lagrimas não vão cair mas eu não to sorrindo
    Se eu chorar é exagero e se eu sorrir eu to mentindo
    E cada segundo nessa poha não vai ser em vão
    Tudo tem motivo mas nem sempre é motivação
    E eu não vou faze história deu pra entender?
    Do que adianta fazer história num pais que ninguém le
    Já sorri, chorei, perdi, ganhei
    A causa de tudo isso o foda é que eu já nao sei
    E mesmo com os pes cansados continuo a andar
    Pois reclamar de dor nunca ajudou a cicatrizar
    (Não)
    (x2)

    Desde sempre sonhador, não me canso de sonhar
    Seja no amor ou na dor, pra viver basta acordar
    Vida bate na porta e eu convido ela pra entrar
    Firme com o pé no chão nem furacão vai me levar!

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de PrimeiraMente

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.