Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Quando eu me vi, só, nesse lugar
    Eu pensei que preciso sair pra me libertar
    Seja com quem for
    A minha vida é cantar, nunca no mesmo lugar
    Seja sozinho ou a dois, o resto eu vejo depois


    Mas só em pensar que eu beijava seu peito, sua boca, sua face
    Tudo que eu pedisse, só você que me desse
    Aí, pensando "Deus, se esse quarto falasse"
    É, mas que pena já era, já era, já era
    Não vejo mais aquela tão bela e singela
    E nem dá
    Por Que? Se eu ouço a voz dela é através de alô (alô!)
    Se passou pela favela é por que alguém me falou
    Então já que me deixou por aqui, aprendi a viver um
    pouco sozinho
    E o que eu posso fazer fia? Se eu gosto da boemia
    Se a noite pra mim é dia, mas posso mudar
    Mas como isso é questao de tempo
    Então isso nem tenho muito
    Nem curto ficar de canto, eu prefiro zoar...

    Quando eu me vi, só, nesse lugar
    Eu pensei que preciso sair pra me libertar
    Seja com quem for
    A minha vida é cantar, nunca no mesmo lugar
    Seja sozinho ou a dois, o resto eu vejo depois

    O resto eu vejo depois, talvez, pode ser
    Que uma mina firmeza possa trombar no rolê
    É, isso deixa comigo, é só seguir o sentido
    E despertar o libido, colar nos brinco florido
    Mas não, pera lá, deixa eu fala
    Não é assim, para mim tem que ter valor
    Não é só chegar e abusar, nem forjar, nem fingir que nem
    dá pra sentir o amor
    Mó fita, ela não confia mais em mim
    Acredita no conto de uma mina que pra mim foi mó zica
    Tava tudo claro, mas a cena complica e a saudade efica...
    Mas que pena já era, já era, já era
    Não vejo mais aquela tão bela e singela
    E nem dá
    Por Que? Se eu ouço a voz dela é através de alô (alô!)
    Se passou pela favela é por que alguém me falou
    Então já que me deixou por aqui, aprendi a viver um
    pouco sozinho
    E o que eu posso fazer fia? Se eu gosto da boemia
    Se a noite pra mim é dia, mas posso mudar
    Mas como isso é questao de tempo
    Então isso nem tenho muito
    Nem curto ficar de canto, eu prefiro zoar...

    Quando eu me vi, só, nesse lugar
    Eu pensei que preciso sair pra me libertar
    Seja com quem for
    A minha vida é cantar, nunca no mesmo lugar
    Seja sozinho ou a dois, o resto eu vejo depois

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Pentágono
    Escute Também

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.