Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Eu sou um poço de versos,
    Sou cachoeira, sou cacimba,
    Sou ramagem que não cimbra
    Por mais repleta de ninhos.
    Sou canto de passarinho
    No alumbramento da aurora,
    %Eu sou a estrela da espora
    Cantando pelos caminhos...%

    Sou verso que sai a trote
    Com franciscano desvelo,
    Rimo "pelos cotovelos"
    Quando o vento faz o mote
    Meu canto não perde o norte
    Pois – de guitarra ou de relho –
    %Eu vou cantando parelho
    Fazendo pouco da morte...%

    Eu sou canário da terra
    Que não cai em alçapão,
    Sou outro galo de guerra
    Que faz cantar esporão.
    Assim vou narrando a saga
    De um povo sobrevivente,
    %Riscando à ponta de adaga
    O passado no presente%

    Por isso ninguém me cala
    A teimosia do canto
    E em balcão onde me planto
    Qualquer gaita me regala...
    E donde meu verso xucro
    Tira ronda de a cavalo:
    %A lua uiva nos cuscos
    E o sol replica nos galos.%

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Pedro Ortaça

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.