Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Me Traz um beat foda...Porra foda,
    Após 351 anos, 9 meses e 3 dias de prisão...
    eu tô de Volta,
    Bandido da lupa vermelha...

    Sou Patrick igual psicopata americano,
    Chamamos putas, nós transamos e filmamos,
    No final da noite esquartejamos e enterramos,
    E pros seus comentários nós cagamos e andamos,
    Definição de tudo aquilo que é mais asno,
    Nojento como duas velhas tendo orgasmos,
    Mutilações de corpos não me deixam pasmo,
    Encaro a morte com um senso de sarcasmo.
    Mais que um cão eu farejo, igual um leopardo fareja,
    Criminoso inteligente igual Leonardo Pareja,
    Tenho instinto assassino quem puder que se proteja,
    Sangue no começo goteja no final já despeja,
    Minha vida é obscura como os planos da igreja,
    Pra ela ter um pouco de luz eu fumo beck e tomo a
    Breja.
    Enquanto meu time esquarteja me diz qual membro
    Deseja,
    Tipo açougueiro humano fatiando sobre a mesa,
    Bandido da luz vermelha com a mente alterada,
    Foda-se a população não me param com cadeiradas,
    Sou a morte em concreto, sou a vida abstrata,
    Sobrevivo a eras, mas não tenho sangue de barata,
    Saqueador como pirata, acrobata no trapézio,
    tá pra nascer quem me mata eu sobrevivi ao césio,
    Sempre fui autodidata, fugi cedo do colégio,
    Um lugar que te destrata nunca vai ser privilégios.

    Mas desde 76, já assisti a profecia,
    Nunca liguei pra merda de bom dia e Cia,
    Eliana ou novela, Angélica ou fada bela,
    Pra mim tudo foi balela minha cultura é paralela,
    Quando o coração congela Landemberguer contrataca,
    Se me ver na rua gela,porque vê a sombra da faca,
    Quando ver o bico da 12,vai ver que eu não sou pose,
    Exorcizei Emily Rose, chapadão fumando um chose,
    Depois que sai de um baile a policia me parou,
    Troquei porrada com os Steve depois que eles me
    Xingou,
    Sou calmo enquanto posso, mas não aturo desaforo,
    Toda treta que eu começo acaba no abatedouro,
    A vmg me deu razão, o Lethal me deu apoio,
    Cheguei sozinho no baile e sai com um comboio,
    Voltando pra minha caverna fui saber da noticia,
    Um psicótico fugiu depois de sumir dois policia,

    Faminto comu olhos, eu escuto o chamado,
    Que escolheu entre tantas,
    Facas, armas, serras, machados,
    Porque o que te feri na minha pele não dói,
    Jamais pagarei de herói,
    Nunca serei igual Hellboy,
    O Bope só tem ibope,
    A gate pego de engate,
    A giro nunca deu tiro me bate vem pro combate,
    De dia tudo vadia estilo LETICIA SPILLER,
    Patrick alma sombria,
    O mais novo serial killer,

    É só bandido pra eles e pra mim,
    É o que o mundo faz e Patrick te joga pra trás,
    Na minha frente Ajoelhe e implore pela sua paz,
    Fique como os canibais,

    Vendo filmes japoneses fico louco por meses,
    Monstros me assombram menos que a Glória Menezes,
    Tenho sede por sangue e amor à literatura,
    Gótico tuberculoso à procura de tortura,
    Destruindo todo o luxo, cheio de bala no cartucho,
    Se fosse da idade média seria o pior dos bruxos,
    Causaria cegueira em quem me quisesse na fogueira com
    Magia negra,
    E profanas como feiticeira,
    Patrick uma força sísmica abalando a fortaleza,
    Enchente que leva ao Hit afogando na correnteza,
    Transformando todo o asfalto em água igual Veneza,
    Eu sou a corda que desvia no meio da tirolesa,
    Odeio os Pimp, Rap é rua não é escritório,
    Suas correntes só te prendem ao seu mundo ilusório,
    Talvez tu era o garoto excluído no refeitório,
    Talvez tente esconder tudo isso com um repertório,
    Eu passo por assassino e vítima igual monólogo,
    Não faço tratamento eu que trato meu psicólogo,

    Eu vivo e sou monólogo,
    As artes de Ed Green,
    Eu faço com couro humano,
    Meus sapatos mocassim,

    É só bandido pra eles e pra mim,
    É o que o mundo faz e que te joga pra trás,
    Na minha frente Ajoelhe e implore pela sua paz,
    Fique como os canibais.

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Patrick Horla

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.