Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Aceita, a seita qeu eu sou
    Dj caique, limítrofe audio-mental em ação
    Patrick, doutor
    Aceita, a seita, que eu dou. "

    Refrão
    Quem te chamou pra colar na banca
    Dá um vacilo e noiz tudo te espanca
    O furo que eu te faço nunca estanca
    Patrick deixa só a pelanca

    Um assassino programado pra rimar
    E quando eu rimo eu começo assassinar
    Pode assinar, o decreto da revolta
    Pode vacinar, minha peste tá de volta

    Solta, os cachorro do fbi
    Meu cheiro é de zumbi, eles nunca vão sentir
    Reviravolta, meu bote não dá pra presentir
    Furo sua epiglote, até se parar de mentir

    Porque aqui é assim que a banda toca
    Macumbeiro no terreiro de umbanda me invoca
    O suicídio faz com que amigos e familiares
    Se sintam seus assassinos particulares

    Disse vicent, e qualquer um que analisar a vida
    Começa formular sua própria carta-suicida
    Odeio escola, odeio prova, adoro briga
    C se mija todo, e fala que é problema de bexiga

    Eu torturo pessoas, que fingem ser felizes
    Pra ver se riem tanto quando estão em suas crises
    Arsenal montado, horla desapontado
    Infelizmente nesse mundo seus segundos tão contados

    13 Tiros, 13 vezes, 13 mortos
    Lâminas que cortam e deixam corpos tortos
    Agora não é hora de acreditar no amuleto
    Seu organismo tá afogado em cianureto, durma em paz

    Quem te chamou pra colar na banca
    Dá um vacilo e noiz tudo te espanca
    O furo que eu te faço nunca estanca
    Patrick deixa só a pelanca
    Quem te chamou pra colar na banca
    Dá um vacilo e noiz tudo te espanca
    O furo que eu te faço nunca estanca
    Patrick deixa só só o pó

    Eu represento a depressão em um corpo vazio
    E pra matar uma multidão só falta o fuzil
    Exteriorando loucuras, esterializando torturas
    A arte imita a vida deteriorando pinturas

    Eu sou o mais louco, na vai fuder você percebe
    Meu lado é a plebe que bebe e foda-se a hebe
    Paranormal patrick, no instrumental do caique
    Um canibal tribal e no local eu sou o cacique

    Pau-a-pique, não me domestique, ou será trágico
    Seu fim, eu te devoro como um antropofágico
    Acabo com seu piquenique, com seus trambique
    Te arrasto pelo cabelo até arrancar seu aplique

    (minha mente é um alambique) produzo pinga
    Que respinga em forma de rima através da bic
    Fique esperto com os instintos animais
    Meu soco é como vick, abre suas fossas nasais

    (é tulio dek ou maurício manieri?)
    Pra mim é puta, passa o beck não espere
    (é tulio dek ou maurício manieri?)
    Isso é rap, viadinho num interfere

    Um assassino em série, que sugere a briga
    Te manda pra barriga e em 1 segundo te digere
    Mesmo que eu opere e um dia me recupere
    Evaporarei pessoas porque o mundo me obriga

    Menos humanos, mais espaços
    Os que são meus manos, são escassos
    O mundo é uma armadilha, de um filme de terror
    Quem nasceu, caiu nela, quem morreu, escapou

    Refrão
    Quem te chamou pra colar na banca
    Dá um vacilo e noiz tudo te espanca
    O furo que eu te faço nunca estanca
    Patrick deixa só a pelanca


    E passa a faca nela, e passa a faca nela


    Aceita a seita que eu sou
    Se pediu por favor, filhas da puta

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Patrick Horla

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.