Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Eu sou destino incerto, sou estrada, sou andarilho
    Sou gente, sou deus, animal, ser humano, sou pai e filho
    Sou o que eu vejo, o que tú vê, sou gota d'água, estopim
    Eu sou pavio, sou a bomba, sou início, o meio e o fim
    Eu sou a cor, sou o cinza, sou predicado e sujeito
    Eu sou a cena do crime, sou testemunha e suspeito
    Eu sou a luz, sou o escuro, sou criador, sou criatura
    Sou a praga, sou a salvação, eu sou a doença e a cura
    Sou o que foi feito, o que eu faço, sou futuro do que eu fiz
    Sou professor, sou aluno, perfeito eterno aprendiz
    Sou cicatriz, sou ferida, sou magoa, sou vida e morte
    Sou um trevo, sou um duende, sou jogo de azar e sorte
    Sou a órbita irregular, gira e volta que o mundo dá
    Os quatro elementos, sou terra, sou fogo, sou água e ar
    Eu sou alah, krishna, shiva, sou trevas e sou luz
    Eu sou buda, sou lutero, sou lúcifer e jesus

    Sigo proucurando quem eu sou, sou o que quero ser
    Sou ser-humano, permita-se ser
    Nas voltas do mundo de um tempo que não passou
    Não tento ser o que querem, simplesmente sou o que eu sou

    Eu sou o que freud não explica, o que nostradamus previu
    A descoberta do século que Einstein não descobriu
    Sou um anjo de asa quebrada o cuja auréola caiu
    Sou mundo inteiro, mistura, sou caboclo, sou BRASIL
    Sou cigarro depois do almoço, o primeiro reet do dia
    Sou uma taça de um bom vinho com uma boa companhia
    Eu sou fogueira na serra, sou acampamento em martins
    Sou tênis velho, sk8 no pé, blusão e calça jeans
    Sou tarde chuvosa de terça, metamorfose ambulante
    Sou o agora, sou o depois, e tudo que já fui antes
    Sou cachoeira, nascente, sou uma vida a brotar
    Sou água que percorre um rio, só pra poder ver o mar
    Sou as luzes de natal, da cidade iluminada
    Sou a roça, sou realidade e tambem conto de fada
    Sou uma cantiga de roda, o sol nascendo no inverno
    Sou capeta indo pro céu, um anjo queimando no inferno
    Sou a cidade turbulenta, sou uma praia deserta
    Eu sou a estrada pro abismo indo na direção certa.

    Sigo procurando quem eu sou, sou o que quero ser
    Sou ser-humano, permita-se ser
    Nas voltas do mundo de um tempo que não passou
    Não tento ser o que querem, simplesmente sou o que eu sou

    Sigo procurando quem eu sou, sou o que quero ser
    Sou ser-humano, permita-se ser
    Nas voltas do mundo de um tempo que não passou
    Não tento ser o que querem, simplesmente sou o que eu sou

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Oriente

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.